iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

07/12 - 09:50

De La Hoya perde luta para Pacquiao e acaba no hospital

Norte-americano havia prometido encerrar a carreira caso perdesse, mas recuou e disse que ainda não decidiu futuro

Agência Estado

LAS VEGAS (EUA) - O boxeador norte-americano Oscar De La Hoya, que detém dez títulos mundiais em seis categorias diferentes, foi derrotado pelo filipino Manny Pacquiao por nocaute técnico na madrugada deste domingo, em Las Vegas, e acabou a noite no hospital. Em sua primeira luta pelos meio-médios (até 66,678 kg), Pacquiao foi superior ao adversário, que retornou à categoria após nove anos, e dominou o duelo até o oitavo assalto, quando o treinador do norte-americano pediu o fim da luta ao árbitro.

De La Hoya, que pode ter entrado no ringue pela última vez, não reclamou da decisão.

O filipino já demonstrava domínio total da luta desde o quarto assalto. No sétimo, o lutador pôs o rival, cada vez mais desorientado e com o olho esquerdo praticamente fechado devido às pancadas, nas cordas.

Ao fim da luta, os dois lutadores trocaram elogios. "Você ainda é o meu ídolo", afirmou Pacquiao. "Não, você é meu ídolo", respondeu De La Hoya. "Ele é realmente um grande boxeador. Não tenho nada a reclamar. Ele estava preparado como um grande campeão", completou o norte-americano.

"Nós sabíamos que estávamos dominando a luta desde o primeiro round. Ele não tinha pernas, estava hesitante e abatido", declarou o treinador do filipino, Freddie Roach. Após o duelo, De La Hoya foi levado ao hospital, onde passou a noite em observação em razão das fortes pancadas recebidas.

O norte-americano, que prometeu encerrar a carreira caso fosse derrotado, recuou da decisão e declarou que ainda não decidiu o seu futuro. "Meu coração ainda quer lutar, com certeza. Mas, quando o seu preparo físico não corresponde, o que você pode fazer? Tenho que ser esperto e ter certeza que cuidarei do meu futuro", declarou o lutador de 35 anos, que já arrecadou quase US$ 500 milhões no boxe.

Após a vitória, Pacquiao, que recebeu US$ 11 milhões, começará a preparação para a luta com o britânico Rick Hatton, no ano que vem.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias