iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

04/12 - 14:56

Armstrong garante que não voltou ao ciclismo para tirar lugar de ninguém

Ciclista respondeu sobre as trocas de farpa com o espanhol Contador

EFE

ARONA (Espanha) - O americano Lance Armstrong, heptacampeão do Tour de France, afirmou hoje que não voltou ao ciclismo profissional para tirar o lugar de ninguém, mas por outras razões.

Em entrevista coletiva na cidade de Tenerife, onde a Astana realiza a primeira parte da pré-temporada, Armstrong disse que não há motivo para que ele seja o ciclista número um de sua nova equipe por conta dos muitos títulos na carreira.

"Respeitarei as ordens de Johan Bruyneel - diretor da Astana - e ajudarei Alberto Contador, Levi Leipheimer, ou quem for".

O americano disse que "sempre houve uma relação de respeito mútuo" entre ele e o espanhol Contador, vencedor do Tour de France no ano de 2007.

"Ele é o melhor do mundo, o mais forte do momento", disse Armstrong, que não economizou elogios ao colega de equipe, também vencedor da última Volta da Itália.

Lance Armstrong sabe que sua volta ao ciclismo profissional será por no máximo dois anos, levando em conta a questão da idade.

Entretanto, ele advertiu seus adversários que está surpreendentemente bem no aspecto físico - "inclusive mais forte que quando tinha 27 anos", completou.

O americano não garantiu se teria condições de vencer novamente o Tour de France. "Ainda falta muito para a competição e não tenho idéia de como estão os outros", comentou.

Lance Armstrong disse não temer eventuais maus resultados que possa vir a ter nas grandes competições, já que se dá por satisfeito em poder reviver as sensações dos treinamentos. "Venho como um voluntário", assegurou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias