iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

12/11 - 08:14

Olimpíadas viram questão de honra e Jadel busca título mundial

"Em Pequim, eu estava muito preparado. Então, com certeza, vou retornar melhor”, avisou o atleta

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Esperança de medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, o triplista Jadel Gregório mantém inabalável sua convicção. Em Londres-2012, estará na briga como candidato sério ao pódio e conquistará de vez um resultado que já virou questão de honra em sua vida.

“Depois dos Jogos de Atenas, que eu não estava bem preparado, retornei muito bem. Em Pequim, eu estava muito preparado. Então, com certeza, vou retornar melhor”, avisa. “Continuo forte, com gana de competir mais uma Olimpíada. Foi muito difícil, mas passou e eu já venho treinando para as próximas competições”.

Treinando no Clube Pinheiros desde outubro, Jadel garante que o peso olímpico já saiu de seus ombros. O teste foram confrontos na Europa contra os três medalhistas olímpicos: o português Nelson Évora (ouro), o britânico Phillips Idowu (prata) e Leevan Sands (bronze), das Bahamas.

”Eu cobrei muito de mim. Tanto que depois dos Jogos, treinei uma semana com meu técnico (Peter Stanley), na Inglaterra, e provei para mim mesmo que estava melhor que qualquer outro. Eu bati o inglês, o de Bahamas e o português, ganhei de todos eles. Provei para mim que nos Jogos Olímpicos foi um erro que não deveria ter acontecido na parte técnica. Para o próximo ano, é se manter focado, bem tranqüilo porque tem muita coisa boa pela frente”.

A temporada de Jadel começará em fevereiro, quando ele retorna à Inglaterra, e depois de duas semanas de treinos técnicos com Stanley. No Mundial, em agosto em Berlim, o atual vice-campeão promete brigar sério pelo título. “Este é meu objetivo. O Jadel vem trabalhando bastante para começar a temporada muito bem”. Depois, é acabar de vez com o trauma olímpico, que já virou ponto de honra, confessa. “Eu fiquei bastante chateado e vou trabalhar mais que nunca para chegar bem. Até os Jogos Olímpicos a gente tem Campeonato Mundial, Pan-americano, Ibero, uma série de disputas. Nestas competições, o Jadel vai mostrar que está mais que preparado para chegar bem nos Jogos Olímpicos”.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias