iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

10/11 - 15:16

Eleição de Obama preocupa prefeito do Rio de Janeiro
"O processo de escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 se tornou ainda mais acirrado com a vitória de Obama", admitiu César Maia

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A vitória de Barack Obama na eleição presidencial dos Estados Unidos acendeu um sinal de alerta na Prefeitura do Rio de Janeiro. A capital fluminense é uma das que disputam a sede das Olimpíadas de 2016 contra Chicago, cidade-base do futuro presidente norte-americano.

“O processo de escolha da cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016 se tornou ainda mais acirrado com a vitória de Obama”, admitiu César Maia, que deixa o cargo no final deste ano. “Nesse sentido urge avançar em medidas práticas de forma a demonstrar que os projetos caminham de fato”, emendou.

Apesar de a candidatura do Rio-2016 ter sido a primeira brasileira a passar para a final do processo para sediar uma Olimpíada, a cidade ficou com a pior avaliação dentre os candidatos restantes. Além de Chicago, Tóquio e Madri seguem no páreo.

Ciente disto, Maia pede a agregação de “fatos novos” e dá alguns exemplos de passos requeridos pela Prefeitura do Rio: conclusão e aprovação da prestação de contas da Comissão do Pan-2007 junto ao governo municipal, aprovar a lei do Corredor T5 na Câmara da cidade para licitação, autorizar o projeto de despoluição das Lagoas da Barra pelo governo federal e re-demonstrar a tendência de crescimento da oferta hoteleira.

Ele também pretende definir formalmente junto a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) o novo local do autódromo carioca, liberar os nós jurídicos relativos à Marina da Glória e a terceira boca do túnel do Joá e Apresentar demonstrativos mensais da aplicação dos 85 milhões de reais autorizados por medida provisória pelo governo federal para a fase de candidatura.

Em fevereiro, todas as cidades que ainda concorrem ao direito de sediar a edição 2016 dos Jogos devem entregar um relatório com seus projetos ao Comitê Olímpico Internacional (COI). A partir de abril, uma comissão designada pela entidade começa a visitar as cidades candidatas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias