iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

09/11 - 19:29

Carla Moreno supera mal-estar e antecipa o hepta
Em uma prova de superação, ela passou mal durante a etapa de ciclismo, mas cruzou a linha de chegada na frente

Gazeta Esportiva

SANTOS - A veterana olímpica, Carla Moreno voltou a dominar no Troféu Brasil de Triatlo, vencendo a etapa de Santos neste domingo e garantindo, matematicamente, seu sétimo título da competição. Em uma prova de superação, ela passou mal durante a etapa de ciclismo, mas cruzou a linha de chegada na frente, conquistando sua quinta vitória em seis etapas. No masculino, Fábio Carvalho foi o vencedor.

Carla teve uma rival à altura nas duas primeiras partes da prova: a colombiana Fiorella D’Croz, que disputou os Jogos Olímpicos de Atenas e o Pan Rio 2007, e está no Brasil para um período de treinamentos. As duas saíram praticamente juntas do mar, com ligeira vantagem para a brasileira. No pedal, a estrangeira chegou a assumir a ponta, seguida de perto pela brasileira.

Foi quando a heptacampeã passou mal, chegando a vomitar duas vezes e até pensou em abandonar a prova. Mas prevaleceu a garra da triatleta. “Tudo o que eu bebia, eu vomitava, com uma dor de estômago terrível. Não consegui comer nada, nem me hidratar. Pensei em desistir. Na corrida, eu pensei, qualquer coisa eu ando, tento me hidratar e foi aí que meu corpo começou a reagir”, afirmou Carla, que gostou da disputa com Fiorella. “Motivou bastante. Ela também é uma atleta olímpica e é bom ter pessoas assim para incentivar mais”.

Mesmo com o heptacampeonato antecipado, ela já confirmou presença na etapa final e promete muita briga. “Vou entrar da mesma forma que fiz a primeira etapa, brigando muito”, anunciou.

Depois de nadar e pedalar muito bem, Fiorella não agüentou o ritmo forte da corrida e também foi ultrapassada por Vanessa Gianinni, vice em três etapas e vencedora em Goiânia. “A hora que eu saí para correr, a minha técnica (Rosana Merino) informou que eu estava dois minutos atrás e eu não sabia como a Fiorella corria. Quando vi que tinha tirado uma diferença grande, vi que poderia buscar”, contou Vanessa.

Apesar das ultrapassagens, Fiorella ficou satisfeita com a competição. “Aqui, os triatletas tem patrocinadores, o nível é muito mais forte, tem mídia, apoio. Gostei muito da prova, muito bem organizada, com segurança, torcida muito amável. Também sempre quis conhecer Santos, porque todos falavam que é bonita e realmente é”, elogiou a triatleta, que não disputará a etapa final. “Eu tenho um marido e ele precisa de mim”, brincou a competidora, que estará de volta para o Triatlo Internacional de Santos, em fevereiro de 2009.

No masculino, Carvalho completou o percurso em 1h52min47. Terceira vitória na temporada, ele ampliou a liderança do ranking, a caminho do bicampeonato. Em segundo ficou Paulo Miyasiro, concorrente direto ao título e vencedor das duas etapas anteriores.

Leia mais sobre: Troféu Brasil de Triatlo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias