iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

29/10 - 18:34

Luta livre é outro possível caminho de Rebeca Gusmão
Nadadora, que está banida do esporte, está jogando futebol mas não descarta tentar algum tipo de luta

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - Banida do esporte pela federação Internacional de natação, Rebeca Gusmão está se aventurando no futebol, porém, devido ao porte físico avantajado da atleta, profissionais de modalidades que exigem força do competidor, como a luta livre, estão interessados em convencer a nadadora a começar a praticá-las.

Este é o caso da academia de luta livre Gigantes do Ringue, cujo técnico Michael Serdan aposta em Rebeca. “O físico de Rebeca Gusmão tem tudo a ver com o nosso negócio", afirmou Serdan, em entrevista ao jornal Diário de S. Paulo. “Mulher na luta livre sempre é um sucesso", emendou o treinador.

Por sua vez, rebeca, que está aguardando o julgamento do Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e se dedicando ao futebol, mostrou-se empolgada em praticar outras modalidades. “Gosto muito de esportes de combate e não descartaria experimentar a luta livre", afirmou. “Sei que nos Estados Unidos a luta livre é algo muito valorizado. Gosto de coisas novas", completou.

Rebeca participará da disputa da Liga Nacional de Futebol Feminino a partir de 4 de dezembro, defendendo o time Ascoop.


Leia mais sobre: Rebeca Gusmão luta livre

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

futebol ascoop brasilia

Matou no peito com classe
Fora das piscinas, Rebeca flerta com outras modalidades, entre as quais o futebol de campo

Topo
Contador de notícias