iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

29/10 - 16:51

De volta, Hoyama desiste de aposentadoria e mira Londres-2012

"Não quero confundir as pessoas falando que vou disputar os próximos Jogos, apenas vou tentar"

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Depois de decidir não se aposentar do esporte, o mesa-tenista Hugo Hoyama participará pela primeira vez de uma competição após os Jogos Olímpicos de Pequim, com a garantia de estar motivado para tentar uma vaga em Londres-2012. A partir desta quinta-feira, o paulista disputará a Copa Brasil de tênis de mesa, em São Caetano do Sul, com o objetivo de se classificar para a seletiva do Mundial do ano que vem. 

Antes de ir a Pequim, Hoyama afirmava que esta seria sua quinta e última Olimpíada da carreira, porém, a atuação do mesa-tenista em terras chinesas o motivou a continuar. “Primeiro, vi o jeito como joguei lá. Mesmo depois de ter me curado há pouco tempo de um problema no tornozelo, joguei bem e ganhei do décimo melhor do mundo”, contou o mesa-tenista em entrevista à Gazeta Esportiva. Net, referindo-se ao taiwanês Chih-Yuan Chuan.

Agora, com motivação extra, Hoyama garante que tentará disputar sua sexta Olimpíada. “Voltando para o Brasil, pensei e coloquei na minha cabeça que tenho condições de lutar para estar em Londres-2012. Meu físico está bom e minha cabeça também”, falou o paulista, que se mostrou realista. “Não quero confundir as pessoas falando que vou disputar os próximos Jogos, apenas vou tentar. Cada ano vem surgindo mais atletas novos, mas vou treinar para conquistar uma vaga na seleção”, explicou o maior medalhista de ouro do Brasil em Jogos Pan-americanos.

Hoyama ficou afastado durante o final do ano passado e início deste devido a um problema no tornozelo, o que o impediu de se dedicar integralmente aos treinos pré-olímpicos. Contudo, atualmente, o mesa-tenista garante que está em forma. “Em termos de jogo, estou 100%, mas estou pior em preparo físico, não consigo correr direito”, disse o paulista, que acredita na conquista de uma vaga para a seletiva do Mundial.

“Acho que tenho grandes chances de conquistar a vaga, porque os principais jogadores do Brasil (Thiago Monteiro, Gustavo Tsuboi e Cazuo Matsumoto) não vão participar da Copa Brasil. Portanto, se eu jogar bem, as chances são grandes, mas tenho que tomar cuidado para não ser surpreendido, pois nessas competições os atletas mais jovens vêm mais animados para me enfrentar”, finalizou.

A Copa Brasil distribuirá cinco vagas na categoria de Hoyama, Adulto Absoluto A, para a seletiva brasileira para o Mundial. A etapa de seleção para o Mundial de tênis de mesa acontecerá entre 26 e 27 de dezembro.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias