iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

20/10 - 10:00

PC foge do velho ditado: “Pênalti não é loteria”
“Pênalti não é loteria e treinamos muito esse fundamento”, comentou o treinador da seleção de futsal

 

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Após ver a seleção brasileira conquistar a Copa do Mundo de futsal neste domingo após 12 anos de jejum, o técnico Paulo César de Oliveira evitou repetir um velho ditado freqüentemente ouvido no futebol. O técnico da equipe nacional, que comemorou o título após o empate por 2 a 2 no tempo normal e na prorrogação e a vitória verde-amarela por 4 a 3 na decisão por pênaltis, destacou a preparação feita justamente para as cobranças de penalidades.

“Pênalti não é loteria e treinamos muito esse fundamento”, declarou PC, que ainda elogiou o empenho do goleiro Franklin, que defendeu a cobrança do brasileiro naturalizado espanhol Marcelo. “Ele foi para o lado certo e defendeu porque treina justamente para isso”, complementou.

O técnico do Brasil, contudo, ressaltou a boa atuação da Espanha, que dificultou a vida da equipe da casa e foi buscar o empate por duas vezes no segundo tempo, após o gol olímpico de Marquinho e o belo arremate de Vinícius.

“Isso sim é final de verdade e digna entre a seleção bicampeã mundial contra a atual campeã do mundo”, ressaltou PC. “Os dois lados tiveram situações emocionantes de gol. Tinha que ser sofrido mesmo como foi”, concluiu o comandante do título verde-amarelo no Maracanãzinho.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias