iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

18/10 - 12:56

Naturalizado espanhol, Daniel afirma que Brasil é favorito
"Caso a partida fosse na Espanha, os favoritos seríamos nós", disse o ala, destacando a importância da torcida

 

EFE


RIO DE JANEIRO - O jogador Daniel, brasileiro naturalizado espanhol, disse hoje que o Brasil é o favorito para a partida de amanhã que decidirá o título do Mundial de futsal, já que "joga em casa", no Maracanãzinho.

"Acho que a seleção brasileira é a favorita para ganhar a final porque joga em casa. Caso a partida fosse na Espanha, os favoritos seríamos nós", comentou Daniel em entrevista à Agência Efe.

Embora não vá poder entrar em quadra amanhã, já que está com o joelho machucado, Daniel declarou que o Brasil deve respeitar "muito" a Espanha, bicampeã do mundo e que chega à sua quarta final mundial consecutiva.

Para ele, o jogo será decidido nos detalhes.

"Nosso segredo é a defesa. Se defendermos bem, teremos chances de ganhar. Qualquer detalhe pode definir o jogo, seja uma falta de concentração ou um momento de desequilíbrio", comentou.

Daniel é um dos três brasileiros naturalizados que defendem a Espanha neste mundial, ao lado de Marcelo e Fernandão. No entanto, ele afirmou que não liga para a polêmica.

"Eu sou brasileiro e estive aqui quando a Espanha ganhou a Eurocopa em junho com um gol de Marcos Senna, que se tornou um ídolo no Brasil e está naturalizado como nós", destacou Daniel.

Para o jogador, "o problema talvez seja o esporte, já que de Senna ninguém se queixou": "Mas no futsal talvez incomodemos um pouco o Brasil por estar outra vez na final".

Daniel disse aina que "se formou na Espanha", pois saiu "do Brasil com 17 anos", o que faz com que ele não compreenda as críticas.

"A Fifa permite que joguemos e todos estamos em situação regular.

Não há o que protestar", declarou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

marcelo espanha

Brasil com moral
Atuais bi-campeões mundiais, jogadores da Espanha recusam o rótulo de favoritos

Topo
Contador de notícias