iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

16/10 - 11:26

Pelé aponta Rio e Madri como principais rivais para sediar Jogos de 2016
Segundo Pelé, proximidade com os Jogos de Londres, em 2012 pode prejudicar campanha de Madri

 

EFE

MADRI (Espanha) - O ex-jogador Pelé, em visita a Madri, afirmou que a capital espanhola é a principal adversária do Rio de Janeiro na disputa para sediar os Jogos Olímpicos de 2016, que tem ainda Chicago e Tóquio.

"Há uma grande disputa entre o Rio de Janeiro e Madri. Há poucos dias estive em Acapulco com o prefeito da capital espanhola, que fez uma apresentação muito boa de seu projeto, mas acho que o que mais pode prejudicar a candidatura é a proximidade com os Jogos de Londres, em 2012", comentou.

Segundo Pelé, este fator pode atrapalhar ainda mais a candidatura espanhola do que as recentes polêmicas envolvendo acusações de racismo contra a Espanha lançadas pelo futebol inglês e pela Uefa, que decretou o fechamento do estádio Vicente Calderón, do Atlético de Madri, por duas partidas.

O ex-jogador, embaixador da candidatura do Rio aos Jogos Olímpicos de 2016, apresentou hoje em Madri "O Cruzeiro de Pelé", que fará um percurso pelo Mediterrâneo entre 28 de junho e 5 de julho com saída e chegada em Veneza, na Itália.

O "Costa Serena" é uma embarcação com 1.500 camarotes, que conta com piscinas, teatro, cassino e quadras esportivas em suas instalações.

O cruzeiro trará como destaques a música, a gastronomia e o futebol brasileiro, com uma exposição sobre a trajetória do ex-craque, e pretende ser uma viagem ao Brasil pela Europa - idealizada durante uma conversa entre amigos, segundo o próprio Pelé.

"Hoje estou com um projeto diferente de tudo o que fiz em minha vida e só Deus pode explicar por que. Há 50 anos joguei minha primeira Copa do Mundo, na Suécia, tenho amigos em todas as partes, sou recebido de coração e, em um jantar, disse que queria reunir todos eles", comentou.

O cruzeiro, organizado pela Costa Cruzeiros, contará com atuações de artistas brasileiros como Toquinho, Alexandre Pires e o Grupo Sereno, e custará em torno de 1.500 e 3.500 euros.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias