iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

15/10 - 19:55

Atletas da saudação "black power" voltam ao México após 40 anos
Na manifestação, os atletas ergueram o punho com luvas pretas durante a execução do hino americano e abaixaram a cabeça em sinal de protesto ao racismo

EFE

SÃO PAULO - Os velocistas americanos John Carlos e Tommie Smith, que protestaram ao subir no pódio dos Jogos Olímpicos de 1968, voltaram à Cidade do México após 40 anos.

Carlos, ouro nos 200m rasos, e Smith, bronze, fizeram a saudação do "black power" ("poder negro") ao receber as medalhas. Na manifestação, os atletas ergueram o punho com luvas pretas durante a execução do hino americano e abaixaram a cabeça em sinal de protesto ao racismo.

"Após quarenta anos, estou feliz de voltar. É bom retornar e saber que deixamos um legado, que nossos nomes estão associados aos melhores Jogos Olímpicos da história moderna. Estou orgulhoso e honrado", disse.

A visita dos atletas faz parte das comemorações dos 40 anos da competição realizada no México.

Recentemente, Smith presenteou o jamaicano Usain Bolt, campeão olímpico dos 100m e 200m, com um dos tênis com que disputou a final dos Jogos de 1968.

"George Foreman, Bob Beamon, os grandes atletas que correram a maratona e todos os heróis daqueles Jogos foram apoiados por esta grande cidade. Os senhores nasceram aqui e teriam que se sentir felizes por aqueles grandes Jogos", disse Carlos.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias