iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

14/10 - 15:04

Pessoa tenta recurso para participar da disputa
Atleta está suspenso por 135 dias, por conta do doping de seu cavalo, Rufus, durante as Olimpíadas de Pequim

 

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Campeão olímpico em Atenas-2008, o cavaleiro brasileiro Rodrigo Pessoa entrou com uma ação na justiça para tentar participar do Athina Onassis International Horse Show 2008, concurso cinco estrelas que começa nesta quarta-feira em São Paulo. O atleta está suspenso por 135 dias, contados a partir de 29 de agosto, por conta do doping de seu cavalo, Rufus, durante as Olimpíadas de Pequim.

O animal testou positivo o para a substância nonivamida, parte da família dos capsaicinóides e que possui características hipersensibilizantes para aliviar dores.

A Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) informa que a ação na justiça autoriza a participação de Rodrigo, mas a entidade preferiu comunicar o fato para a Federação Eqüestre Internacional (FEI), que estuda providências.

O doping fez também com que Rodrigo perdesse quinta colocação obtida na China. Pessoa se diz vítima. 'Estou surpreso com uma suspensão que considero injusta porque não houve dopagem. Mas essa é uma condenação para dar exemplo em que a FEI está aproveitando minha notoriedade', comentou.

De acordo com ele, o tratador dava uma ração que continha nonivamida por causa de uma fratura na clavícula de Rufus. Segundo Pessoa, a quantidade da substância era mínima (0,00000000026 gramas), de forma que 'como não pôde provar o doping, a FEI fala da utilização de um medicamento classe A proibido'.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias