iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

14/10 - 13:34

PC de Oliveira diz que não pensa na carreira após o Mundial de futsal
"É um trabalho desgastante, solitário, com muito sacrifício para a minha família", afirmou o técnico da seleção de futsal

 

EFE

RIO DE JANEIRO - O técnico da seleção brasileira de futsal, PC de Oliveira, disse que ainda não pensa no que deve fazer com sua carreira após a disputa do Mundial de futsal.

Hoje, o Brasil venceu a Ucrânia por 5 a 3 e garantiu presença nas semifinais da competição como primeiro colocado do grupo E.

"Não penso no que virá depois. É um trabalho desgastante, solitário, com muito sacrifício para a minha família", comentou.

PC também negou que, caso não conquiste o título, se juntará ao grupo que chamou de "salonistas", três pessoas que estariam torcendo pelo seu fracasso.

"Não me juntaria a eles, absolutamente. Até porque meu currículo é muito melhor que o deles", disse.

O treinador voltou a declarar que não pretende ser avaliado pelo resultado deste Mundial.

"Não quero ser julgado somente por este trabalho quando este campeonato terminar, após todos estes anos de trabalho", afirmou.

Sobre uma eventual semifinal entre Itália e Espanha, PC disse que não vai se preocupar se a rivalidade entre essas seleções pode acabar beneficiando o Brasil na decisão.

"Esta rivalidade entre italianos e espanhóis é muito grande, maior do que a com brasileiros. Temos que nos preocupar somente com o nosso trabalho. Precisamos primeiro saber se estamos credenciados para disputar uma final", afirmou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias