iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

13/10 - 14:28

Marilson e Zeferina comemoram resultado na Meia Maratona
Apesar de não terem subido ao pódio na disputa, ambos sagraram-se campeões da Meia-Maratona do Rio

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Melhores brasileiros na disputa do Mundial de Meia Maratona, disputado neste domingo no Rio de Janeiro, o brasiliense Marílson Gomes dos Santos e a mineira Maria Zeferina Baldaia comemoraram o resultado obtido. Apesar de não terem subido ao pódio na disputa, ambos sagraram-se campeões da Meia Maratona do Rio, competição disputada paralelamente na cidade carioca.

“Fiquei muito feliz por terminar entre os dez melhores do mundo e especialmente por ganhar a Meia Maratona. Isso é uma grande honra”, comentou Marilson, que venceu pela primeira vez a Meia Maratona do Rio, com o tempo de 1h03min14s, com 58 segundos de vantagem sobre o queniano Kipromo Mutai, segundo colocado.

Campeão da maratona de Nova York de 2006 e recordista sul-americano dos 5000 e dos 10000 metros, Marilson tirou umas curtas férias depois da Olimpíada de Pequim e fez uma preparação rápida para a prova deste domingo. “Treinei o que pude no tempo que deu”, comentou o atleta, que agora vai treinar para tentar o segundo título em Nova York. “Vou continuar a preparação que fiz para correr agora, só que com mais quilometragem”, explicou.

Para o técnico Adauto Domingues, Marílson sentiu o fato de não ter terminado a maratona na Olimpíada de Pequim e a disputa na prova deste domingo foi importante para o seu recomeço. “Ele esperou baixar a poeira olímpica e a partir de competições como esta deve ganhar novamente confiança”, afirmou o treinador.

Mulheres
Bicampeã da Maratona de São Paulo e campeã da tradicional corrida de São Silvestre, Maria Zeferina também ficou bastante satosfeita com a primeira vitória na Meia Maratona do Rio, após ter terminado em 17º. lugar no Mundial de Meia Maratona. “Foi uma prova fortíssima, com um ritmo intenso e só em participar de uma competição ao lado das melhores corredoras de rua do mundo já estava feliz”, comentou a atleta, eleita vereadora na cidade paulista de Sertãozinho. “Ganhar a Meia do Rio, então, foi o máximo”, destacou.

Zeferina estava particularmente feliz no pódio por ter alcançado a sua melhor marca pessoal no Brasil na distância. “Já corri mais rápido na Europa, em cidades em que calor não é tão intenso”, lembrou a campeã da tradicional Stramilano, Meia-Maratona disputada em Milão. “Fiquei feliz por superar adversárias fortes como as quenianas inscritas”, comentou.


Leia mais sobre: Meia Maratona Marílson Gomes dos Santos Maria Zeferina Baldaia

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias