iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

12/10 - 14:02

Schumacher: duelo contra Itália virou "Brasil e Argentina do futsal"
"Foi um típico jogo de final. Podemos dizer que é o Brasil e Argentina do futsal", disse o jogador

EFE

RIO DE JANEIRO - O fixo brasileiro Schumacher, autor do primeiro gol da vitória de 3 a 0 sobre a Itália pelo Mundial de futsal, disse que a rivalidade entre as duas equipes já pode ser comparada à que existe entre Brasil e Argentina no futebol de campo. A partida de hoje foi marcada pelo clima tenso, com a catimba dos italianos e provocações entre jogadores das duas equipes.

Houve até uma briga antes do intervalo, que resultou na expulsão do ala brasileiro naturalizado italiano Marcio Forte, da Itália, e o pivô Betão, do Brasil. "Foi um típico jogo de final. Podemos dizer que é o Brasil e Argentina do futsal", disse.

Schumacher admitiu que houve troca de provocações dentro de quadra, mas ressaltou a calma com que os brasileiros conduziram a partida.

"Claro que também houve provocações, mas nossa equipe só pensou em jogar", afirmou.

O ala Marquinho também usou um discurso semelhante e explicou que tentou intervir para separar a briga.

"Não sei o que aconteceu naquele momento. Estávamos ali só para jogar. Entrei na confusão para separar. Como um dos jogadores mais experientes, não podia agir de outra forma", disse.


Leia mais sobre: Copa do Mundo de futsal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias