iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

12/10 - 12:02, atualizada às 17:27 12/10

Brasil se reabilita, vence Itália e se classifica à semifinal

Schumacher abriu o placar para os brasileiros, Lenísio ampliou e Ari fechou o placar de 3 a 0 contra os italianos

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Depois de estrear na segunda fase da Copa do Mundo de futsal com uma vitória magra por 1 a 0 sobre o Irã, o Brasil se reabilitou e voltou a mostrar um desempenho que empolgou a torcida. Neste domingo, jogando no Ginásio do Maracanãzinho, a equipe comandada pelo técnico PC de Oliveira conquistou sua quinta vitória em cinco jogos e derrotou a forte Itália por 3 a 0, em uma das partidas mais esperadas do torneio.

O jogo no Rio de Janeiro foi válido pelo Grupo E do Mundial e foi marcado por características diversas. Do lado italiano, uma apresentação apática e condenável dos jogadores, que chegaram a tumultuar a partida no intervalo. Entre os brasileiros, houve espaço até mesmo para os gritos de olé vindos dos torcedores, empolgados com os dribles do ala Falcão na partida.

Com seis pontos na chave, os brasileiros já garantiram vaga na semifinal, já que o Irã bateu a Ucrânia no outro jogo do grupo. A Itália, que permanece com três pontos, chega com boas chances de também se garantir entre as quatro melhores equipes da Copa do Mundo, dependendo de seu desempenho na última rodada desta segunda fase.

O jogo foi marcado por uma confusão entre italianos e brasileiros. Leia mais


Como era esperado, a partida começou truncada, com poucos espaços para que as duas seleções se arriscassem no ataque. O Brasil, que marcava a saída de bola italiana, levava ligeira vantagem, mas não conseguia chegar ao gol – tanto que, no início da partida, as melhores chances brasileiras vieram em cobranças de falta de longe aos quatro, com o fixo Schumacher, e aos 11 minutos, com Falcão. Em ambas, o goleiro Alexandre Feller fez a defesa.

Mas de tanto insistir, o Brasil finalmente conseguiu abrir o placar. Aos 13 minutos, Marquinho aproveitou um momento de desatenção da Itália e cobrou o lateral rapidamente pela esquerda – Schumacher apareceu então atrás da defesa e apenas escorou para fazer 1 a 0. Aí, foi questão de tempo para que saísse o segundo gol, que veio aos 15 minutos com Lenísio: após boa jogada individual de Wilde na entrada da área, o camisa dez recebeu o passe na direita e tocou para ampliar.

A Itália ainda teve a chance de diminuir o placar no primeiro tempo, em jogada ensaiada aos 17 minutos que Sandro Zanetti recebeu na esquerda e bateu para o gol – Tiago, porém, saiu bem e defendeu. Nos minutos finais, Falcão ainda levantou a torcida, arriscando uma lambreta em cima da marcação (que parou o lance com falta), e parando na frente de Marcio Forte para fazer o drible.

O camisa sete da Azzurra ainda protagonizou uma confusão em quadra no intervalo ao discutir com alguns jogadores brasileiros, o que acabou ocasionando sua expulsão da partida – Betão, do Brasil, se envolveu na discussão e também recebeu o cartão vermelho, o que deixou os dois times com um jogador a menos nos dois primeiros minutos da segunda etapa.

Mais tranqüilos em quadra, os brasileiros voltaram a marcar aos nove minutos, graças a Ari. O camisa quatro bateu para o gol após o rebote do goleiro Feller, que defendeu o bonito chute de Falcão pela direita. Os italianos tentaram responder aos 12, com conclusão de letra de Alexandre Foglia após receber bom passe na direita. Novamente, porém, Tiago fechou o ângulo e evitou que a bola entrasse.

Vitorioso, o Brasil agora encerra sua participação na segunda fase do Mundial nesta terça-feira, quando enfrenta a Ucrânia no Maracanãzinho às 10h30 (horário de Brasília). Nos mesmos dia e horário, mas em Brasília, os italianos entram na quadra do Ginásio Nilson Nelson para tentarem a classificação para as semifinais. O duelo, desta vez, é contra a surpreendente seleção iraniana.


Leia mais sobre: Copa do Mundo de futsal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

brasil futsal

Vitória convincente
Após vencer o Irã pelo placar mínimo, Brasil jogou bem contra a Itália e venceu por 3 a 0

Topo
Contador de notícias