iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

11/10 - 16:56

Felipe Silva sonha com melhor marca mundial nos 50m peito

Brasileiro quebrou o recorde sul-americano, que pertencia antes ao também brasileiro Eduardo Fischer

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Todas as atenções da etapa mineira da Copa do Mundo de natação estavam sobre César Cielo, mas Felipe Silva também mostrou o seu valor ao bater o recorde sul-americano dos 50m peito. Ele ficou sem segundo lugar na prova com 27s17.

A marca anterior (27s23) pertencia a Eduardo Fischer desde abril de 2002. O australiano Christian Sprenger (26s89) levou a medalha de ouro da prova e outro Felipe, o Lima, ficou com o bronze (27s32). Felipe Silva gostou do resultado, mas quer mais. Está de olho nos tempos do ucraniano Oleg Lisogor.

” Hoje entrei pensando em fazer 26 segundos. Quero repetir este tempo (27s17), mas na piscina longa. Se conseguir, bato o recorde mundial. Este é o objetivo”, disse.

Lisogor tem as melhores marcas do mundo em piscina curta (25m), 26s17, e longa (50m), 27s18. Felipe ainda vai para a etapa de Moscou, no início de novembro, e sua próxima competição em piscina longa será o Torneio Open, em dezembro, em Florianópolis.

Ainda nas provas de peito masculinas, Thiago Parravicini (2m12s01) e Alan Nagaoka (2m13s19) foram, respectivamente, prata e bronze nos 200m. O australiano Christian Sprenger venceu com 2m07s58.

Kaio Márcio guardou energias nas eliminatórias, mas mostrou sua força na final. Ele venceu os 200m borboleta com 1m56s74. Na seqüência, vieram o sul-africano Sebastian Russeau (1m57s36) e o brasileiro Leonardo de Deus (1m59s43).


Leia mais sobre: Felipe Silva Copa do Mundo de natação

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias