iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

07/10 - 12:10

Checos sofrem, mas batem Líbia e decidem vaga contra Irã

Favoritos saíram com vitória, mas não tiveram facilidade no Maracanãzinho

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Ampla favorita para vencer a Líbia e seguir com chances de classificação à segunda fase da Copa do Mundo de futsal, a República Tcheca quase se complicou, mas fez o suficiente para vencer o inexpressivo rival por 4 a 2, resultado que a levou à vice-liderança do grupo D da competição. Depois de um forte início de partida, em que conseguiu abrir 2 a 0 já nos primeiros 15 minutos de bola rolando, com gols de Mares e Kopecky a equipe européia deu bobeira e chegou a ceder um empate para a Líbia, que buscava sua primeira vitória em eventos desse nível e balançaram as redes com Youseff e Rahoma.

No entanto, os tchecos voltam ao comando do placar até fecharem o marcador com dois gols de vantagem. O primeiro a dar mais tranqüilidade ao time favorito foi Dhouly, que marcou aos 25 minutos. O tento mais bonito ainda ficaria guardado para os segundos finais, no momento em que Sluka tabelou com Mares pela direita do ataque e, ao receber de volta, deslocou o goleiro Alsharif com um belo toque de primeira.

Com seis pontos ganhos em três jogos disputados, a República Tcheca tem tudo para disputar a segunda vaga de sua chave, já que a Espanha deve sacramentar sua classificação ainda nesta terça-feira diante do Uruguai, na próxima quinta, quando enfrenta o Irã, terceiro colocado com quatro tentos.

Enquanto isso, a Líbia continua na lanterna do grupo D. Em sua primeira aparição em um Mundial de Futsal, os norte-africanos colecionam apenas um tentos, fruto de um empate por 3 a 3 com os uruguaios na primeira rodada do evento.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias