iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

06/10 - 14:26

Rússia goleia Ilhas Salomão por 31 a 2 e bate recorde

Equipe bateu a marca da seleção brasileira de 29 a 2 contra a Guatemala em 2000, com a maior goleada dos Mundiais

Agência Estado


BRASÍLIA - A seleção da Rússia entrou para a história dos Mundiais de futsal, nesta segunda-feira, em Brasília, ao massacrar as Ilhas Salomão por 31 a 2. O placar registrado no Ginásio Nilson Nelson é o maior já alcançado em uma edição do torneio.

A maior goleada dos Mundiais até esta segunda-feira era da seleção brasileira, que venceu a Guatemala por 29 a 2, em 2000, na casa do adversário. Na edição deste ano, os brasileiros haviam chegado a 21 a 0 sobre as Ilhas Salomão, até então o segundo placar mais amplo da competição.

De quebra, o brasileiro naturalizado Pula também entrou para a história dos Mundiais. Com nove gols na partida, ele tornou-se o jogador que mais vezes balançou a rede em um único jogo no campeonato.

Sirilo, outro brasileiro naturalizado, marcou seis vezes. Entre os jogadores nascidos na Rússia, Damir Khamadiev foi quem melhor aproveitou a fraca defesa salomônica - marcou cinco vezes.

Vladislav Shayakhmetov fez quatro, Konstantin Maevskiy e Dmitry Prudnikov maracaram dois cada. No grupo dos que terminaram com um gol, ficaram Konstantin Agapov, Nikolay Pereverzev e Marat Azizov. Pelas Ilhas Salomão, Jack Wetney e Micah Leaalafa balançaram as redes.

Com duas vitórias em três partidas, a Rússia assumiu a vice-liderança do Grupo A, e decide uma vaga na segunda fase contra o Japão, na quarta-feira. As Ilhas Salomão despedem-se do torneio com quatro derrotas por goleada - foram seis gols pró e 69 contra.


Leia mais sobre: Rússia Ilhas Salomão Copa do Mundo de Fustal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

Reuters

100% RUSSO
Pula marcou nove gols no jogo e também bateu o recorde individual da competição

Topo
Contador de notícias