iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

04/10 - 11:56

Brasil faz apresentação de gala e arrasa a Rússia

Seleção superou o adversário mais forte de seu grupo sem sofrer gols; agora o próximo desafio é Cuba

Gazeta Esportiva

BRASÍLIA - Depois de duas goleadas na Copa do Mundo de Futsal, a expectativa era a de que o Brasil enfrentasse dificuldades na terceira rodada da disputa. O adversário, afinal, era a forte Rússia, uma das principais forças da modalidade no planeta. Entretanto, o time verde-amarelo fez uma apresentação de gala e nem tomou conhecimento dos europeus, arrasados por 7 a 0.

Os gols do Brasil foram marcados por Lenísio (2), Schumacher, Ciço, Falcão, Vinícius e Prudnikov (contra). Com o tento neste sábado, Falcão chegou ao seu nono gol da competição, isolando-se na artilharia, apesar de mais uma vez ter começado uma partida no banco de reservas. O próximo compromisso dos donos da casa está programado para quarta-feira, às 10h30 (horário de Brasília), contra Cuba, novamente no ginásio Nílson Nelson. No confronto, o time nacional tentará confirmar a primeira posição no grupo A.

Bem focados na partida, os jogadores brasileiros seguiram estritamente as instruções do técnico PC de Oliveira no primeiro grande testes do time na competição. Desde o primeiro momento, os donos da casa pressionaram a saída de bola dos adversários, que demonstraram muita dificuldade para mandar a bola para o ataque.

Isolado, o pivô brasileiro naturalizado russo Sirilo fez o que pôde durante a partida, mas parou no goleiro Tiago. Além disto, foi bastante vaiado pela torcida que lotou o ginásio Nílson Nelson neste sábado. Também naturalizado, o ala Pula viveu situação ainda pior: depois de discutir com alguns jogadores da equipe na estréia, ele começou o jogo no banco. Na saída do primeiro tempo, brigou seriamente com Shayakhmetov e quando esteve em quadra não produziu nada.

Sem nada a ver com isso, os brasileiros entraram em quadra arrasadores e abriram o placar logo aos três minutos de jogo: em jogada ensaiada, Schumacher pegou de primeira uma cobrança de escanteio e não deu chances para Zuev. Um minuto depois, Marquinhos quase ampliou ao chutar um contra-ataque no ângulo, mas o goleiro russo pegou.

Em uma das poucas vaciladas do Brasil no jogo, Shayakhmetov aproveitou um erro de passe e ficou cara a cara com Tiago, mas desperdiçou a oportunidade de empate. O castigo veio logo em seguida. Vinícius bateu lateral cruzando a bola na área. Prudnikov tentou tirar, mas se atrapalhou e acabou jogando contra a própria rede: 2 a 0.

A vantagem não acomodou os brasileiros, que seguiram pressionando. Aos 14 minutos, Schumacher fez rápida jogada pela a esquerda e passou para Lenísio, que bateu cruzado, de baixo para cima, marcando um golaço. Detalhe: considerado o craque do time, Falcão ainda nem havia entrado em quadra.

Porém, o 3 a 0 no placar, PC de Oliveira resolveu dar uma chance para o ídolo, que de cara deu um elástico e passou a bola por baixo da perna do adversário. Na sequência, ele não conseguiu completar a jogada e a bola voltou para a área brasileira. Com a posse de bola, Vínicius deu um excelente passe para Ciço, que praticamente quase não teve trabalho para marcar o quarto.

Tentando fazer seu gol, Falcão quase conseguiu um golaço antes do final da primeira etapa: percebendo o goleiro Zuev adiantado, ele chutou do meio da quadra. Para tristeza da torcida, a bola passou perto, mas não entrou. Antes do intervalo, entretanto, Falcão tomou uma bronca de PC de Oliveira ao tentar fintar, sem sucesso, longe do gol adversário. Esperto, Cirilo chutou forte, mas Tiago fez boa defesa.

Quem pensava que os 4 a 0 no placar faria o Brasil vir mais conservador para o segundo tempo se enganou. Logo aos dois minutos, Vinícius lançou o irmão Lenísio, que pegou de primeira para anotar mais um. Fechada na defesa, a Rússia seguia sem articulação pelo meio da quadra e Falcão finalmente marcou o seu aos nove minutos, quando recebeu de Vinícius sozinho pela esquerda e tocou no meio das pernas de Zuev.

Tentando descontar, Sirulo fez ótima jogada e se livrou da marcação de Schumacher para chutar ao gol. Entretanto, errou a mira e a bola bateu pelo lado de fora do gol de Tiago. Dois minutos depois, Vinícius limpou um adversário e bateu forte no canto, marcando o sétimo gol verde-amarelo. Faltando três minutos para o encerramento do duelo, Falcão ainda tentou de bicicleta, mas a bola não entrou e o placar ficou mesmo no 7 a 0.


Leia mais sobre: Mundial de Futsal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Agência Estado

brasil russia

Rússia? Quem?
Sem tomar conhecimento do adversário, o Brasil impôs seu jogo e seus gols

Topo
Contador de notícias