iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

03/10 - 14:57

Doping de cavalo afasta Rodrigo Pessoa por 135 dias
Como a suspensão é contada a partir da decisão preliminar - 29 de agosto -, Rodrigo Pessoa está suspenso até 10 de janeiro de 2009

Agência Estado

PARIS (França) - O cavaleiro brasileiro Rodrigo Pessoa foi suspenso nesta sexta-feira pela Federação Eqüestre Internacional (FEI) por 135 dias pelo doping de seu cavalo, Rufus, no Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. O brasileiro, de 36 anos, também terá que pagar uma multa de 2 mil francos suíços (cerca de R$ 3,5 mil).

Rodrigo Pessoa havia conquistado o quinto lugar na Olimpíada, mas acabou suspenso após ser confirmada a presença da substância nonivamida no exame antidoping de Rufus. A substância é proibida por provocar hipersensibilidade e alívio de dores no animal.

Como a suspensão é contada a partir da decisão preliminar - 29 de agosto -, Rodrigo Pessoa está suspenso até 10 de janeiro de 2009. O brasileiro tem 30 dias para recorrer da decisão na Corte Arbitral do Esporte (CAS - sigla em inglês).

A substância encontrada em Rufus é a mesma que causou a eliminação do cavalo Chupa Chup, do também brasileiro Bernardo Resende Alves, antes da final. Curiosamente, Rodrigo Pessoa tornou-se campeão olímpico em 2004 graças a um caso semelhante. O irlandês Cian O'Connor, primeiro colocado nos saltos, foi desclassificado depois que seu cavalo foi flagrado no exame antidoping.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias