iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

01/10 - 12:17

Espanha sofre, mas consegue empate com Irã na estreia

O time espanhol, que é considerado o carrasco do Brasil, viu a derrota de perto, mas conseguiu reagir

Gazeta Esportiva

Acordo OrtográficoRIO DE JANEIRO - Atual bicampeã, a Espanha esteve bem perto de protagonizar a primeira grande zebra da Copa do Mundo de Futsal. Nesta quarta-feira, a Fúria estreou no Grupo D da competição com um empate por 3 a 3 com o Irã, que chegou a abrir 3 a 0 no primeiro tempo da partida disputada no Ginásio do Maracanãzinho.

A equipe comandada pelo técnico Venancio Lopez reagiu após o intervalo e quase conseguiu a virada. Mesmo assim, a surpreendente equipe asiática conseguiu evitar a derrota de virada e somar seu primeiro ponto na chave. A liderança do grupo é da Guatemala, que estreou vencendo o Egito por 1 a 0 em Brasília.

Os iranianos não se intimidaram com o favoritismo espanhol e partiram para cima, principalmente nos contra-ataques. Logo aos três minutos de partida, Taheri recebeu passe na direita e bateu da entrada da área – a bola desviou na defesa e enganou o goleiro Amado. Os espanhois ainda tentaram a resposta aos nove minutos com Marcelo, que fez o pivô na entrada da área e bateu, mandando para fora.

No entanto, três minutos depois, o Irã mostrou que o primeiro gol não havia sido acidental, marcando o segundo. Após falta para a Espanha que Álvaro cobrou na barreira, Shamsaee armou o contra-ataque e pegou a defesa adversária completamente desarmada. Aí, foi só bater para o gol e colocar por entre as pernas de Amado.

A estratégia do contra-ataque deu tão certo que os iranianos resolveram apostar nela de novo – e com sucesso. Menos de um minuto depois de fazer 2 a 0, a seleção do técnico Hossein Shams ampliou com Hassanzadeh, que avançou em velocidade, driblou Kike e Amado e, mesmo com pouco ângulo, conseguiu bater para o gol e fazer o terceiro. Os espanhois ainda tentaram diminuir, mas exigindo pouco do goleiro Nazari.

Terminado o calvário do primeiro tempo, os atuais bicampeões mundiais voltaram dispostos a confirmar o favoritismo, pressionando a equipe persa. Tanto que, logo aos dois minutos, Torrar tocou com sutileza por cima de Nazari para marcar o primeiro da Espanha. Ainda assim, o goleiro iraniano fez boas defesas e evitou que a vantagem do Irã, pro algum tempo, fosse diminuída.

No entanto, a pressão contínua dos espanhóis acabou dando resultado aos dez minutos, quando Borja recebeu na esquerda, girou sobre a marcação e arriscou o chute cruzado – Nazari saiu mal e a bola acabou entrando. A torcida presente ao Maracanãzinho continuava dando seu apoio aos iranianos, mas o próprio Borja esteve próximo de acabar com a festa iraniana, colocando uma bola na trave a quatro minutos do fim do jogo.

Acuado na defesa, o Irã acabou cedendo o empate à Fúria: após nova jogada de Borja, Torras recebeu na esquerda e acertou um forte chute cruzado para o gol de Nazari. No final, o goleiro ainda conseguiu evitar a derrota, segurando um tiro livre cobrado pro Kike no último minuto da partida. Ao final, os dois times comemoraram o resultado.

A Espanha, porém, saiu em ligeira desvantagem com o empate, e tenta a reabilitação na sexta-feira, quando enfrenta a Líbia a partir das 10h30 (horário de Brasília) no Ginásio do Maracanãzinho. O Irã folga na segunda rodada do grupo e só volta a entrar em quadra no domingo, quando enfrenta a Líbia no mesmo local ás 12h30.


Leia mais sobre: Copa do Mundo de Futsal

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

espanha

Que susto...
Espanhois não estão em um grupo fácil e quase foram surpreendidos logo de cara

Topo
Contador de notícias