iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

01/10 - 12:22

Apesar de doping, presidente da federação russa de atletismo é reeleito
O presidente da federação russa de atletismo, Valentin Balajnichev, foi reeleito por unanimidade apesar dos recentes escândalos de doping envolvendo esportistas do país.

EFE

Balajnichev, presidente da federação desde 1992, recebeu o apoio dos 102 participantes da votação. O outro candidato, Alexei Kustov, passou em branco.

"O problema do doping é muito sério porque que os prêmios aumentam ano após ano, o que leva atletas e treinadores a recorrer a métodos e substâncias proibidas", disse o dirigente, citado pela agência "RIA Novosti".

Cinco atletas russos - entre eles Serguei Morozov, recordista mundial da marcha atlética de 20 quilômetros -, foram suspensos no mês passado por consumo de eritropoetina (EPO).

No caso de Morozov, o consumo de EPO foi detectado após testes feitos fora de competição em 29 de julho, dez dias antes do início dos Jogos Olímpicos de Pequim.

Morozov, que aparecia como um dos favoritos ao ouro nos Jogos, foi expulso da equipe alguns dias antes da realização da prova.

E este não foi o único caso: às vésperas dos Jogos, outras sete atletas russas foram suspensas por suposta falsificação de exames antidoping.

Entre elas estavam Yelena Soboleva, recordista mundial dos 1.500 metros; Daria Pishchalnikova, campeã européia e vice-campeã mundial em lançamento de disco; e Tatiana Tomashova, campeã européia dos 1.500m em 2006.

No dia da abertura dos Jogos de Pequim, o russo Roman Usov, vice-campeão local dos 3.000 metros com obstáculos, também foi expulso da equipe olímpica por consumo de carfedon, um estimulante proibido pela Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF).

O diretor de inspeção antidoping do comitê olímpico russo, Nikolai Durmanov, denunciou que a Rússia é o único país do mundo onde é possível comprar EPO nas farmácias.

Os atletas russos conquistaram em Pequim seis ouros, cinco pratas e sete bronzes - a previsão da federação era de cinco medalhas de cada metal. EFE io/dp

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias