iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

30/09 - 12:19

Brasil estréia com goleada sobre o Japão no futsal: 12 a 1

Quatro jogadores marcaram dois gols; ala Falcão, eleito o melhor do mundo em 2004, foi o jogador mais festejado

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - No primeiro passo para tentar retomar a hegemonia no futsal mundial, o Brasil confirmou seu favoritismo e estreou na Copa do Mundo com goleada por 12 a 1 sobre o Japão, na manhã desta terça-feira, no ginásio Nilson Nelson, em Brasília. Artilheiro da partida ao lado de Ari, Schumacher e Lenísio, com dois gols, o ala Falcão, eleito o melhor do mundo em 2004, foi o jogador mais festejado, levantando a torcida com dribles de efeito em sua primeira partida no terceiro mundial da carreira.

O time canarinho deu mostras de que não sentiria o nervosismo de estréia em casa ao sair na frente logo no início do jogo. Depois de quase marcar aos dois minutos, quando um rival salvou a bola em cima da linha, Lenísio abriu o placar aos três minutos. Ele recebeu com liberdade pela direita, cortou o marcador e bateu rasteiro, no canto esquerdo do goleiro Kawahara.

O segundo gol não demoraria para sair. Aos cinco, o ala Marquinho deixou adversário no chão com um lindo drible e curto e bateu forte, no ângulo. Com boa vantagem, o Brasil seguiu dominando a partida, dificultando a saída de bola dos japoneses. O terceiro, porém, só saiu aos 15, em cobrança de pênalti de Falcão, que iniciou o jogo no banco de reservas.

Após o gol, a equipe de PC de Oliveira reduziu o ritmo no final do primeiro tempo e deu mais espaço para o Japão sair para o jogo. Assim, os nipônicos, comandados pelo técnico brasileiro Sérgio Sapo, descontaram aos 17, em linda jogada de Osodo.

O Brasil voltou melhor no segundo tempo e fez o quarto aos três minutos, em forte chute de Wilde. O gol foi suficiente para embalar a equipe na construção da goleada. Aos cinco, foi a vez de Ari marcar, batendo por baixo do goleiro da esquerda. Em seguida, Schumacher aproveitou rebote do goleiro para marcar o sexto e Ari, de cobertura, fez o sétimo.

Aos nove minutos, Betão autor da assistência do gol anterior, fez a festa dos torcedores em Brasília ao soltar uma bomba de fora da área e vencer Kawahara. Depois, Falcão foi o centro das atenções, sendo aplaudido após uma seqüência de dribles e um belo chute de cobertura que quase morreu no fundo das redes.

Nervoso, o Japão perdeu Inaba, expulso, aos 12 minutos. Pouco depois, Ciço chutou rasteiro e fez o seu primeiro na partida. Mesmo com quatro jogadores de linha novamente, o time nipônico levaria mais três gols antes do apito final. Falcão, ainda aos 12, Schumacher, aos 15, e Lenísio, aos 16, fecharam a goleada: 12 a 1.

Tentando recuperar a hegemonia em casa, o time faz seu segundo jogo no Mundial na próxima quinta-feira, contra as Ilhas Salomão, às 10h30 (de Brasília). O próximo rival do Japão também será a seleção da Oceania, só que na manhã de sábado. Campeão do mundo em cinco oportunidades seguidas, o Brasil viu o título ficar com a Espanha em 2000 e 2004.


Leia mais sobre: Copa do Mundo de Futsal Seleção Brasileira Falcão

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

lenisio futsal brasil

Meia-dúzia de gols
Lenísio dribla o goleiro japonês na goleada da seleção brasileira de futsal no Mundial

Topo
Contador de notícias