iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

29/09 - 18:58

Alvo de 14 tiros, jogador da NFL fica paraplégico e perde perna

Tackle ofensivo do Jacksonville Jaguars, Richard Collier foi baleado há cerca de um mês e não corre risco de morte

Gazeta Esportiva

JACKSONVILLE (Estados Unidos) - Baleado há cerca de um mês, o tackle ofensivo Richard Collier, do time do Jacksonville Jaguars, da NFL, ficou paraplégico e teve parte de sua perna esquerda amputada. A informação foi dada nesta segunda-feira pelos médicos da Universidade da Flórida e do Shands Hospital, de Jacksonville, que cuidaram do atleta.

Collier, que teve nada menos que 14 ferimentos a bala, está paralisado da cintura para baixo, mas não corre risco de morte, segundo o doutor Andy Kerwin. O jogador teve que respirar por aparelhos por três semanas, e não se lembra do momento em que foi fuzilado.

Ainda muito confuso com o ocorrido e sem saber de sua condição, Collier teve que ser avisado pela sua família do que aconteceu antes que o fato fosse divulgado para a imprensa.

Para o técnico dos Jaguars, Jack Del Rio, a tragédia é um reflexo da violência que vem tomando conta dos Estados Unidos. “O que vimos acontecer foi uma tragédia causada pela violência, e que vitimou um jovem atleta, que tinha um futuro brilhante pela frente”, lamentou.

Collier foi o terceiro jogador da liga de futebol americano a ser baleado no último ano e meio. Além dele, Sean Taylor, estrela do Washington Redskins, foi morto em Miami, em novembro, em uma tentativa de assalto à sua vizinhança, pouco depois do assassinato de Darrent Williams, que atuava pelo Denver Broncos, morto no réveillon de 2007.


Leia mais sobre: Richard Collier futebol americano

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

Jacksonville Jaguars futebol americano

Carreira interrompida
Imagem de arquivo mostra Collier em treino dos Jaguars; tackle não se lembra dos tiros

Topo
Contador de notícias