iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

18/09 - 15:08

Mundial de judô por equipes terá premiação em dinheiro
Campeão embolsará US$ 50 mil no torneio, que acontecerá no dia 5 de outubro no Japão

Redação iG Esporte

SÃO PAULO - A Federação Internacional de Judô premiará em dinheiro os países medalhistas no Campeonato Mundial por Equipes, que acontecerá no dia 5 de agosto, no Japão. O Brasil será representado no masculino pelos judocas Denílson Lourenço/ Charles Chibana (-60kg), João Derly (-66kg), Victor Penalber (-73kg), Flávio Canto/Guilherme Luna (-81kg), Eduardo Santos/Hugo Pessanha (-90kg), Leonardo Leite (-100kg), Walter Santos/Daniel Hernandes (+100kg).  A medalha de ouro vale US$ 50 mil, a prata US$ 20 mil e o bronze US$ 15 mil. 

A disputa será por um título inédito para o judô brasileiro. Em duas ocasiões o Brasil foi vice-campeão (1998 e 2007). A equipe embarca para o Japão no dia 30/9. 

“Com certeza este é o caminho para a profissionalização da modalidade. Outros esportes já têm enraizada a cultura da premiação em dinheiro e o judô começa a dar os primeiros passos nesta direção. Aprovo a iniciativa da Federação Internacional”, diz o coordenador técnico internacional da Confederação Brasileira de Judô, Ney Wilson Pereira.

O coordenador acredita que a equipe brasileira é experiente e tem boas chances na competição. “Não temos muita informação sobre como serão as escalações dos outros países, mas a nossa equipe está forte e muito motivada para a disputa deste mundial”, completa.

Representante do Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, Denílson Lourenço também aposta num bom desempenho da seleção brasileira.

“Após as Olimpíadas é natural os atletas terem uma queda no rendimento e não sei como estarão os judocas dos outros países. Estou motivado e confiante, pois temos muita experiência em grandes torneios. Gostei da iniciativa da Federação Internacional de fazer esta premiação em dinheiro. Mas é preciso entender que isto é uma conseqüência do resultado. Se entrar para lutar pensando no dinheiro, atrapalha”, afirma Denílson.

Além do Brasil disputam a competição no masculino a Rússia, Geórgia, Irã, Coréia, Argélia, Austrália e Japão. Entre as mulheres, competem a França, Alemanha, China, Coréia, Argélia, Cuba, Austrália e Japão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Reuters

joão derly vence sul coreano em pequim

No Japão
João Derly (foto) vai tentar buscar o título mundial por equipes, já o que o individual ganhou em 2007

Topo
Contador de notícias