iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

16/09 - 15:59

Após teste no Sul, Honorato aprova redução no tempo de luta

Se for aprovada, mudança fará com que luta tenha um minuto a menos para deixar mais dinâmica e 'pegada'

Gazeta Esportiva

SÃO CAETANO - Vice-campeão nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000, o meio-pesado Carlos Honorato foi um dos entusiastas da mudança no tempo de combate proposta pela Federação Internacional de Judô (FIJ). A FIJ recomenda que as lutas tenham um minuto a menos, passando a ser disputadas em quatro minutos de combate.

'É preciso estar muito bem preparado fisicamente', diz Honorato. 'Com um minuto a menos a luta fica mais intensa e pegada, o que é muito bom para o público e a imprensa. Eu aprovo essa iniciativa de tornar o judô mais dinâmico'.

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) testou a mudança neste final de semana, durante a disputa do Troféu Brasil, em Porto Alegre (RS). A Federação Internacional decidirá a homologação ou não da mudança após o Campeonato Mundial Júnior, em outubro.

Honorato, que não conseguiu ficar na seleção principal para os Jogos Olímpicos de Pequim, ficou em segundo no Troféu. Na final, ele foi superado pelo carioca Leonardo Leite.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias