iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

14/09 - 10:01, atualizada às 12:48 14/09

Brasil faz dobradinha na natação e bate recorde de medalhas na China

André Brasil e Phelipe Rodrigues foram ouro e prata e repetiram nos 50m livre o resultado da prova dos 200m

Redação iG Esporte

 

Acordo Ortográfico

PEQUIM (China) - Quando um brasileiro entra na piscina no Cubo D'água em Pequim, a expectativa por medalha é grande. Se o atleta em questão já for dono do melhor tempo do mundo, o favoritismo é maior ainda. Mas nada disso incomoda os nadadores do Brasil.

André Brasil voltou para a piscina neste domingo e faturou o ouro nos 50m livre, classe S10 (para atletas com pouca deficiência física). Ele já havia abaixado o recorde mundial nas eliminatórias e confirmou o bom desempenho na final. André liderou toda a prova e bateu com 23s61. Esta é a terceira medalha de ouro para o nadador, que venceu os 100m  borboleta e os 100m livre, também na classe S10. Para completar, André também levou a prata nos 200m medley, classe S10.

O Brasil conseguiu uma dobradinha no pódio neste domingo. Phelipe Rodrigues, que também fez dobradinha com André Brasil com a prata nos 100m livre, repetiu o resultado e chegou em segundo nesta manhã, com o tempo de 24s64. O bronze foi para Benoit Huot, do Canadá, que bateu com 24s65.

A natação é o esporte que mais rendeu medalhas ao Brasil até o momento na Paraolímpíada de Pequim. Além do ouro e da prata deste domingo e das outras medalhas de André e Phelipe, Daniel Dias já tem quatro ouros e duas pratas; Fabiana Sugimori e Verônica Almeida têm um bronze cada uma e o revezamento 4x50 livre até 20 pontos também ficou com o terceiro lugar. No total, são 15 medalhas no Cubo D'água.

Com as conquistas deste domingo na piscina e também no atletismo, com o bronze de Odair Santos nos 10.000m, classe T12, Brasil superou seu recorde de medalhas em uma Paraolimpíada. Nos Jogos de Atenas, em 2004, foram 33 pódios (14 ouros, 12 pratas e sete bronzes). Até o momento em Pequim já são 35 medalhas (12 ouros, 9 pratas e 14 bronzes).

Brasil surpreende no tênis de mesa
Ainda neste domingo, o Brasil eliminou os favoritos no tênis de mesa para cadeirantes, da categoria TT3, por 3 sets a 2. A dupla formada por Luiz Algacir Silva e Welder Knaf derrotou os chineses Panfeng Feng e Yanming Gao na semifinal. Os brasileiros agora disputam o ouro na contra os franceses Florian Merrien e Jean-Philippe Robin. A partida será na segunda-feira.

No futebol de 7, a Ucrânia venceu o Brasil, atual campeão paraolímpico, na semifinal por 6 a 0. Com a derrota, os brasileiros brigam pela medalha de bronze, na terça, contra o Irã, que eliminou a Rússia.


Leia mais sobre: André Brasil Paraolimpíada

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AP

andre brasil

Vibração em Pequim
André Brasil comemora medalha de ouro nos 50m livre, classe S10, na Paraolimpíada 2008

Topo
Contador de notícias