iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

12/09 - 19:13

CBG rebate acusações da família Barbosa e se isenta de culpa

A presidente da entidade diz que as relações com Jade não estão estremecidas, mas diz que providencias precisam ser tomadas, pois não se pode denegrir a imagem da Confederação

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Depois das diversas acusações que recebeu nos últimos dias por parte de César Barbosa, pai da ginasta Jade Barbosa, e da própria atleta, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) veio a público nesta sexta-feira esclarecer a situação.

A presidente da entidade, Vicélia Florenzano, garantiu que as relações com Jade não estão estremecidas, porém, disse que providências serão tomadas, pois ‘ não se pode deixar denegrir a imagem da Confederação’.

"Não tem nada de polêmica com a atleta. É óbvio que para acontecer sua convocação, ela precisará de um atestado médico. A convocação depende de um atestado e de ela estar completamente saudável", esclareceu Florenzano, referindo-se à grave lesão que a atleta tem no punho.

Quanto às acusações de César, que acusou a CBG de negligência em relação à lesão de Jade, Florenzano garantiu que a entidade se defenderá. 'Tem que ser tomada uma providência, porém, uma providência coerente com o que o departamento jurídico passar, porque não se pode deixar denegrir a imagem da Confederação', falou a presidente, que se recusou a comentar sobre a ameaça de processo de César. 'Não vamos tocar nesse assunto', falou categórica.

Diferenciando as informações do pai de Jade, que acusou a CBG de agir com negligência em relação à lesão, uma vez que não deu tempo suficiente para ela se recuperar, Florenzano garantiu que sabia do problema no punho da ginasta, que apareceu após uma competição em Foz do Iguaçu em dezembro passado. Entretanto, isentou a Confederação de qualquer culpa, alegando que a atleta passou férias com a família no Rio de Janeiro, entre 17 de dezembro de 2007 e 6 de janeiro de 2008.

'Se o pai a tivesse levado a um médico, com certeza ele teria dado o mesmo diagnóstico dado pelo Doutor Namba (Mário, diretor médico da CBG)', afirmou Florenzano, que entende o drama dos familiares. 'É óbvio que para o pai, a notícia é um choque, porque não foi divulgada corretamente. Foi muito aberta e de forma brutal', completou.

A presidente da CBG discordou, ainda, das acusações feitas por César de que a gravidade da lesão tenha sido potencializada durante os Jogos de Pequim. 'Ela (Jade) competiu bem em Pequim, ficamos vários dias na Vila Olímpica, ela estava ótima e voltou para casa ótima', finalizou.

Leia mais:

Pai de Jade fala que CBG sabia de lesão que prejudicou a atleta
Pai de Jade acusa CBG de negligência
Jade acusa CBG de restringir água a atletas e dar alta medicação


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias