iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

10/09 - 14:12

Inicialmente, Jade Barbosa escapa de cirurgia no punho

Atleta foi examinada e confirmou que está com osteonecrose, mas não será operada inicialmente

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Ao menos por enquanto, a ginasta brasileira Jade Barbosa pode respirar aliviada. Após passar por consulta e análise com o médico Ricardo Laranjeira no Rio de Janeiro, a atleta descobriu que está com uma lesão no punho direito chamada osteonecrose, mas a princípio não precisará ser operada.

De acordo com o especialista, o problema é causado por trauma ou por esforço repetitivo e será tratado com fisioterapia. Daqui a 30 dias, Jade será avaliada novamente para saber se vai ou não ter que passar pela mesa de cirurgia. Caso esta hipótese seja confirmada, é possível que a carreira dela seja limitada.

A lesão no punho de Jade foi revelada após as Olimpíadas de Pequim, na qual a atleta ficou com o sétimo lugar no salto e o décimo no individual geral - de acordo com o pai dela, César Barbosa, esta foi a causa para a brasileira não alcançar melhores resultados na China. Por sua vez, a Confederação Brasileira da modalidade (CBG) alega que não tinha conhecimento do problema.

'A lesão a prejudicou na Olimpíada. Era necessário que ela se poupasse para o campeonato mais importante do ano', comentou Cesar à Gazeta Esportiva.Net na semana passada. 'A Jade sofreu várias lesões no mesmo lugar e que não foi dado um tempo suficiente para ela se recuperar. Isso devido aos diversos campeonatos que ela participou (antes dos Jogos)', alegou.

Em entrevista ao jornal O Globo desta quarta-feira, César cogitou a hipótese de processar a CBG. 'Olha como a CBG me devolveu minha filha. Ela foi treinar em Curitiba há quatro anos inteira. Vou consultar o Flamengo (clube de Jade) e advogados e talvez processe a CBG', afirmou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias