iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

09/09 - 16:06

Ádria dos Santos diz que conquista de bronze em Pequim foi emocionante

Atleta conquistou o bronze na final dos 100m rasos com o tempo de 13s07 e comemorou o feito aos 34 anos

EFE

PEQUIM (China) - A brasileira Ádria dos Santos disse que a medalha de bronze conquistada hoje nos Jogos Paraolímpicos de Pequim foi uma das mais emocionantes de sua vida.

A atleta terminou em terceiro lugar na final dos 100m rasos, da categoria T11, com o tempo de 13s07. O ouro ficou com a chinesa Wu Chunmiao (12s31), seguida pela também brasileira Terezinha Guilhermino, com 12s40.

"Foi uma das medalhas mais emocionantes da minha vida, por todas as dificuldades que enfrentei este ano, com lesões e com o acidente do Rafael (Krub, guia). Fiquei muito satisfeita de chegar à minha 13º medalha em Jogos Paraolímpicos e, apesar de estar com 34 anos, ainda poder brigar por uma medalha", disse.

Krub, sofreu um grave acidente em maio, durante um treino de salto com vara. O guia de Ádria ficou internado por 12 dias após bater a cabeça e o cotovelo no chão, formando um coágulo no cérebro.

Rafael ainda teve que colocar dois pinos no braço direito, logo o que usa para conduzir Ádria.

Após superar os problemas no período de preparação, o guia se disse motivado para a próxima prova da dupla, os 200m rasos.

"Os 200m rasos serão bem difíceis, pois as adversárias serão as mesmas. Espero que a gente consiga a classificação para a final, precisamos dar um passo de cada vez. Estou muito confiante", disse Rafael. EFE plc/rd


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias