iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

08/09 - 18:23

Pego no exame antidoping, fundista brasileiro é suspenso

Exame de Lindomar Modesto de Oliveira em Uberlândia acusou efedrina em sua urina

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta segunda-feira que Lindomar Modesto de Oliveira, o Pantanal, testou positivo em um exame antidoping realizado no último dia 22 de junho, após a quarta etapa do Circuito de Corridas da Caixa, na cidade mineira de Uberlândia. O resultado apontou a presença da substância efedrina na urina do atleta, após a prova de 10km.

Comunicado sobre o ocorrido em 30 de julho, Oliveira apresentou a sua defesa na semana seguinte. As justificativas, não reveladas, foram recusadas pela CBAt, que o suspendeu por quatro meses. Com isso, o mineiro não poderá competir até o próximo dia 2 de janeiro.

Considerado um psicoestimulante, a efedrina também é uma substância comunmente utilizada para o emagrecimento. Trata-se de uma das substâncias mais utilizadas em dopings no futebol, sendo, inclusive, responsável por suspender o argentino Diego Maradona da Copa de 1994.


Leia mais sobre: Lindomar Modesto de Oliveira antidoping

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias