iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

05/09 - 17:11

Queniana leva prêmio de US$ 1 milhão na Golden League

Pamela Jelimo levou o prêmio dado aos atletas que conseguissem vencer a mesma prova nas 6 etapas da Golden League

Agência Estado

BRUXELAS (Bélgica) - A queniana Pamela Jelimo ganhou sozinha o prêmio de US$ 1 milhão dado aos atletas que conseguirem vencer a mesma prova nas seis etapas da Golden League, a competição anual de elite do atletismo mundial. Depois de ser a primeira colocada dos 800 metros em Berlim, Oslo, Roma, Paris e Zurique, ela fechou o circuito nesta sexta-feira, em Bruxelas, na Bélgica.

Apenas outra atleta chegou a Bruxelas com cinco vitórias nas cinco etapas anteriores da Golden League, podendo dividir o prêmio de US$ 1 milhão com Pamela Jelimo caso vencesse também nesta sexta-feira. Mas a croata Blanka Vlasic não conseguiu a vitória no salto em altura, terminando em segundo lugar na disputa vencida pela alemã Ariane Friedrich.

Assim, Pamela Jelimo, de apenas 18 anos, levou sozinha o prêmio milionário, completando uma temporada perfeita, em que também foi campeã olímpica dos 800 metros. Na vitória desta sexta-feira, inclusive, ela mostrou seu total domínio na prova, ao vencer com o tempo de 1m55s16, com quase quatro segundos de vantagem para a segunda colocada, a também queniana Janeth Jepkosgei (1m58s85).

Até hoje, desde que a Golden League foi criada, em 1998, apenas outros sete atletas conseguiram ganhar sozinhos o prêmio de US$ 1 milhão - caso dois ou mais somem as seis vitórias, o dinheiro é dividido. Foram eles: Wilson Kipketer (Dinamarca), Christian Olsson (Suécia), Marion Jones (Estados Unidos), Gabriela Szabo (Romênia), Maria Mutola (Moçambique), Tonique Williams-Darling (Bahamas) e Tatyana Lebedeva (Rússia).


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias