iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

05/09 - 14:40

Por tricampeonato Mundial, Derly abre mão de férias pós-Pequim

Judoca contava com férias prolongadas após a forte preparação para Pequim, mas mudou de idéia

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Grande nome da seleção brasileira de judô que disputará o Campeonato Mundial por Equipes, João Derly quer iniciar no Japão sua preparação visando ao Mundial de 2009. Atual bicampeão dos meio-leves, mas eliminado nas oitavas-de-final dos Jogos Olímpicos de Pequim, o gaúcho fez questão de integrar a equipe verde-amarela que embarca para Tóquio, em 5 de outubro, e abriu mão de um período de desacanso.

Derly voltou das Olimpíadas da China em agosto já vislumbrando umas férias prolongadas, após a intensa preparação para os Jogos. Mas acabou mudando de idéia. “No final, tirei apenas uma semaninha de folga. O problema é que, quando você pára um tempo, acaba perdendo um pouco a forma”, comentou João Derly, em conversa por telefone com a reportagem da Gazeta Esportiva.Net.

A competição em Tóquio no próximo mês, assim, seria a abertura de uma preparação do judoca brasileiro já visando ao Mundial de 2009, que acontecerá em Roterdã, na Holanda, no segundo semeste. Para conseguir a vaga, contudo, João Derly terá que disputar o Circuito Europeu no início do próximo ano.

“Tive a opção de não participar do Mundial por Equipes, mas a Confederação Brasileira de Judô (CBJ), meu técnico e eu percebemos que era uma boa chance de pegar ritmo para chegar bem ao Circuito Europeu. Não podemos relaxar”, explicou Derly.

Dos sete judocas brasileiros que participaram de Pequim-2008, apenas três foram convocados para o Mundial por Equipes. Além de Derly, o ligeiro Denílson Lourenço e o médio Eduardo Santos foram relacionados. Já os medalhistas de bronze Leandro Guilheiro (leve) e Tiago Camilo (meio-médio) receberam folga assim como o meio-pesado Luciano Corrêa e o pesado João Gabriel Schlittler.

Mesmo assim, o gaúcho confia em uma boa participação do Brasil no Mundial e, inclusive, na defesa do vice-campeonato conquistado em 2007. “Nosso time está muito forte e preparado e pode subir ao pódio. E essa mescla com atletas mais novos é importante, pois eles pegam vivência em competições internacionais. É muito importante que o nosso país faça e esse programa de experiência”, concluiu.

Após o Mundial por Equipes, João Derly deve disputar o Grand Prix por equipes no país, defendendo as cores da Sogipa (Sociedade de Ginástica de Porto Alegre, clube onde o judoca treina no Rio Grande do Sul).


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias