iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

05/09 - 16:17

Banimento surpreende família de Rebeca Gusmão

Nadadora havia conseguido resultados favoráveis nas últimas audiências no Tribunal Arbitral do Esporte

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - A família da nadadora Rebeca Gusmão foi pega de surpresa pela notícia de que a atleta não poderá mais competir oficialmente. Ao tomar conhecimento da notícia pela reportagem da Gazeta Esportiva.Net, o pai de Rebeca, Aljamar Gusmão, admitiu que não esperava uma notícia como esta pelos desdobramentos do caso.

'Estou sendo pego de surpresa porque quando teve a última audiência do caso de 2006 na FINA, os advogados entraram com a apelação no CAS (sigla em inglês para o Tribunal Arbitral do Esporte-TAS) e ele ainda vai ser julgado no final de outubro'.

A história de Rebeca é complicada. Em 2006, ela teve resultado positivo para testosterona em uma amostra coletada durante o Troféu Maria Lenk. Ela recorreu do resultado, alegando que suas amostras haviam sido manipuladas de maneira incorreta. Em maio deste ano, o TAS divulgou seu parecer no apelo considerando-se inepto para julgar o caso após constatar que nem a Federação Internacional nem a Confederação Brasileira haviam utilizado todas as possibilidades na acusação e defesa da atleta.

Os advogados da atleta entraram então com novo apelo, mas em julho deste ano a FINA anunciou sua suspensão por dois anos referente ao exame de 2006. Neste meio tempo, Rebeca teve mais um resultado positivo anunciado.

O teste foi feito na véspera de sua estréia nos Jogos Pan-americanos do Rio, em 2007, e acusou presença de níveis elevados de testosterona de origem externa em seu organismo. Na época, Rebeca argumentou que a substância aparecia em altos níveis por causa de um problema de ovário policístico. Suspensa preventivamente por dois anos, ela também recorreu ao TAS.

'A FINA não poderia se pronunciar porque ainda teria o julgamento (refente a 2006)', avalia Aljamar. 'Mas se a Confederação divulgou isto, tenho de ligar para os advogados para saber o que está acontecendo'.


Leia mais sobre: Rebeca Gusmão Natação

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias