iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

04/09 - 17:46

Powell: “Talvez eu seja apenas mais um cara no circuito”
O jamaicano preferiu manter os pés no chão antes da corrida e deixou para 2009 o seu ano perfeito

Gazeta Esportiva

BRUXELAS (Bélgica) - Embora seja o dono da segunda marca mais rápida do mundo nos 100m rasos, o jamaicano Asafa Powell refutou qualquer chance de ser considerado favorito para a disputa da etapa de Bruxelas da Liga de Ouro, nesta sexta-feira. Competindo com o compatriota Usain Bolt, campeão olímpico e recordista mundial, o atleta caribenho menosprezou sua importância. Pelo menos em 2008.

“Talvez eu seja apenas mais um cara no circuito”, desconversou Powelll, que há dois dias faturou o título do Grande Prêmio de Atletíssima, na Suíça, com o tempo de 9s72. Bolt conquistou o ouro olímpico de Pequim com incríveis 9s69 – deixando o conterrâneo no quinto lugar.

”Não sei explicar muito bem o que aconteceu comigo nas Olimpíadas. Corri muito bem no revezamento 4x100m e perguntei para mim mesmo por que não tinha ido tão bem na final individual. A única conclusão a que cheguei foi que o desgaste das eliminatórias pode ter me prejudicado”, filosofou.

Powell é um dos indicados para conquistar a medalha dourada na Bélgica nesta sexta, sobretudo depois da desistência do norte-americano Tyson Gay, que preferiu se poupar por causa de uma lesão na coxa. Mesmo assim, o jamaicano preferiu manter os pés no chão antes da corrida e deixou para 2009 o seu ano perfeito.

”Vou tentar evitar qualquer lesão. Esta temporada foi a mais difícil para mim, pois convivi com muitas lesões: no joelho, na coxa, na panturrilha e no ombro. Mesmo assim consegui correr bem rápido nas Olimpíadas, e agora quero me livrar dos problemas físicos no ano que vem”, concluiu.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias