iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

03/09 - 15:37

Pinheiros larga na frente na contagem geral dos pontos

Campeão olímpico, César Cielo não disputou a prova dos 50m livre; Destaque foi a nadadora Flávia Delaroli

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Com o fim da primeira etapa desta quarta-feira do Troféu José Finkel/Brasileiro Absoluto de natação, o Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, lidera a competição com 492 pontos. A liderança vem acompanhada com a quebra de dois recordes da própria competição.

Na segunda colocação, aparece o Unisanta, com 250, o Minas Tênis, com 212, e o Corinthians, com 95 pontos.

Nos 50m livre, nenhuma surpresa, Flávia Delaroli ganhou no feminino (25s54), deixando o companheiro de clube Nicholas Santos com o ouro no masculino, que não contou com a presença do campeão olímpico César Cielo. Santos quebrou o recorde do campeonato duas vezes, nas eliminatórias e na final, quando fez 22s18.

“Está todo mundo cansado após os Jogos Olímpicos. Minhas pernas e braços estão pesados, mas valeu pela vitória”, comemorou Delaroli, que já pensa no novo ciclo olímpico para Londres-2012, quando terá 28 anos.

Já na prova dos 200m peito, uma confirmação e uma surpresa. No masculino, vitória do recordista sul-americano, Thiago Pereira, do Minas Tênis, com novo recorde do campeonato, 2min13s37, superando seu tempo do ano passado, com 2min13s93. “Depois de uma Olimpíada, a gente tem que buscar motivação para competir logo depois. Sem falar na pressão de todos e minha mesmo para chegar em primeiro lugar. E a possibilidade de pontuar pro clube é que faz com que ainda consigamos recordes na competição”, falou Pereira.

Na versão feminina da prova, vitória da capixaba Thamy Ventorin, do Álvares Cabral, de Vitória/ES. Com o tempo de 2min38s29, ela surpreendeu a representante brasileira da modalidade nos Jogos de Pequim, Tatiane Sakemi, do Pinheiros, que terminou na terceira posição, com 2m39s80, atrás de Carolina Mussi, do mesmo clube, 2m39s30.

“Fiquei muito feliz. Já tinha nadado bem nas eliminatórias, quando fiz meu melhor tempo na prova, mas dependia delas também. Esta vitória motiva”, falou a alegre Thamy, de 21 anos.

Nas provas de fundo, vitória de Poliana Okimoto nos 800m livre, seguida pela argentina Cecília Biagioli, do Corinthians, e Ana Marcela Cunha, da Unisanta. No masculino, o vitorioso foi Lucas Kanieski, da Unisanta, seguido por Leonardo de Deus, do Minas Tênis e Conrado Chede, também da Unisanta.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias