iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

01/09 - 15:58

Ouro no Pan, Diogo Silva amarga vice no Brasileiro

Diogo minimizou o vice-campeonato e a perda da chance de disputar o Campeonato Pan-americano, em outubro

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Meses depois de não conseguir a classificação para os Jogos Olímpicos de Pequim-2008, Diogo Silva teve mais um resultado abaixo das expectativas neste final de semana.

Responsável pela primeira medalha do país no Pan-americano do Rio de Janeiro do ano passado, o atleta foi derrotado na final da categoria até 67 kg do Campeonato Brasileiro de Taekwondo e ficou com o vice do torneio.

Grande estrela do torneio nacional, realizado no sábado e no domingo no Ginásio do Maracanãzinho, Diogo minimizou o vice-campeonato e a perda da chance de disputar o Campeonato Pan-americano, em outubro. O atleta preferiu dar ênfase ao início da popularização do taekwondo no Brasil.

“Minha meta é o Campeonato Mundial, além de seguir divulgando a modalidade pelo país. É incrível o quanto a minha medalha ajudou a massificar o esporte”, discursou o atleta, que não se esqueceu de citar Natália Falavigna, bronze nas Olimpíadas de Pequim. “Agora que temos uma medalhista olímpica, temos a chance de aumentar ainda mais o número de praticantes”, emendou.

Já Rafael Garcia, que surpreendeu o melhor taekwondista do Rio-2007, não escondeu a felicidade pela vitória inesperada. “Não estou acreditando, vai demorar para cair a ficha. Vai ser inesquecível representar o Brasil num Campeonato Pan-americano”, vislumbrou o paulista.

Além de Diogo, outra estrela favorita no Brasileiro de taekwondo e que acabou ficando sem o título foi Marcel Wenceslau, bronze no Mundial-2007 e irmão do olímpico Márcio Wenceslau. Ele caiu nas semifinais da categoria até 62 kg diante do paranaense André Almeida, que acabou ficando com o troféu na decisão.

São Paulo foi o Estado que mais conseguiu títulos nesta edição do torneio nacional de taekwondo, faturando o troféu em sete das 16 categorias em disputa: três masculinas e quatro femininas. O Paraná, Estado de Natália Falavigna, ficou em segundo lugar com três coroas.

Confira os campeões do Brasileiro de taekwondo:

Masculino
Até 54 kg:
Reginaldo Santos (SP)
Até 58 kg: Cristiano Valeriano (SP)
Até 62 kg: André Almeida (PR)
Até 67 kg: Rafael Garcia (SP)
Até 72 kg: Licínio Soares (PR)
Até 78 kg: Fabrício Seider (RS)
Até 84 kg: Douglas Marcelino (RJ)
Acima de 84kg: Leonardo Gomes (GO)

Feminino
Até 47 kg: Kátia Arakaki (SP)
Até 51 kg: Talisca Reis (PR)
Até 55 kg: Josiane Lima (PA)
Até 59 kg: Rafaela Araújo (SP)
Até 63 kg: Lorena Coutinho (ES)
Até 67 kg: Érica Adriane (SP)
Até 72 kg: Marriane Hormann (SP)
Acima de 72 kg: Helorraine Zatta (RJ)


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias