iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

28/08 - 17:58

Doença degenerativa ameaça carreira do equatoriano Jefferson Pérez

Ele foi medalha de ouro na marcha atlética de 20 quilômetros dos Jogos Olímpicos de Atlanta e prata em Pequim

EFE

Quito, 28 ago (EFE).- O atleta equatoriano Jefferson Pérez, medalha de ouro na marcha atlética de 20 quilômetros dos Jogos Olímpicos de Atlanta e prata em Pequim, corre o risco de ficar inválido nos próximos cinco anos devido a uma doença degenerativa que ameaça suas articulações, disse seu irmão Fabián à Agência Efe.

"O problema de Jefferson é grave. Ele terá um problema degenerativo de suas articulações, especialmente nos joelhos e coluna, que começaria, de forma irreversível, em até cinco anos, o que determinaria a utilização de uma cadeira de rodas", comentou Fabián Pérez em entrevista.

Ele comentou ainda que o atleta sabia deste quadro clínico há dez anos, quando foi advertido por um médico que o examinou nos Estados Unidos. A notícia veio à tona em Pequim, por meio de seu médico, Marco Chango.

"Essa é a verdade, e acontece porque Jefferson esforçou demais seu corpo, ou seja, maltratou demais seu organismo", ressaltou. O atleta receberá homenagens amanhã no Equador, onde é esperado por várias instituições esportivas, particulares e o Governo local.

"Foi um preço muito alto, que ele quis pagar por amor a ele próprio, à sua família e ao país. Ninguém buscará culpados. É preciso ter fé em Deus para que isso não ocorra logo, ou que nunca ocorra", destacou.

Diante do problema, o atleta deve anunciar sua aposentadoria em breve, mas precisará readaptar seu corpo à falta de treinos - corre o risco de sofrer um ataque cardíaco se parar repentinamente.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias