iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

03/08 - 15:29

Confirmada a morte de 9 alpinistas no K2
O acidente aconteceu pelo desprendimento de um grande bloco de gelo

EFE

SÃO PAULO - As nove mortes causadas por um acidente sofrido por um grupo de alpinistas de várias nacionalidades no K2, a segunda montanha mais alta do mundo, foram confirmadas, embora não se descarte a hipótese de que haja mais vítimas.

Alfredo García, membro da expedição espanhola K2-Broadpeak, informou

AFP
à Agência EFE que conseguiu chegar ao topo do K2 e desceu até o campo base pouco antes do acidente. Segundo ele, as vítimas seriam um alpinista sérvio, um norueguês, três coreanos, dois sherpas nepaleses e dois paquistaneses da equipe de apoio.

No entanto, poderia ser maior o número de mortes. Vários alpinistas estão descendo a montanha em condições muito precárias.

García informou que ainda não se tem notícias de um francês e um irlandês, e que um italiano que sofreu graves congelamentos recebe ajuda para descer e atravessa uma situação muito complicada.

O alpinista espanhol explicou à EFE via telefônica do campo base, a 4.900 metros de altitude, que o acidente aconteceu pelo desprendimento de um grande bloco de gelo que matou um expedicionário e arrastou uma corda fixa.

Um grupo de entre 25 e 30 escaladores que estava acima desse ponto, segundo disse García, ficaram isolados e com poucas possibilidades de realizar uma descida segura.


Leia mais sobre: K2 Alpinismo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias