iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

03/07 - 14:19

Rasmussen espera que TAS diminua sua pena
Depois de ter sido suspenso por dois anos de competições oficiais pela Federação de Ciclismo de Mônaco, entidade em que retirou a licença profissional, o belga Michael Rasmussen afirmou, nesta quinta-feira, que levará seu caso ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS). O objetivo do ciclista é que ele possa voltar às pistas no começo de 2009.

Gazeta Esportiva

O ciclista espera que o TAS diminua em seis meses sua sansão, que seria para terminar em 27 de julho do ano que vem.

A suspensão de Rasmussen aconteceu devido ao fato de o atleta não ter se submetido a três exames antidoping realizados fora do período de competições, alegando que estava no México, quando estaria em treinos na Itália.

Um tribunal holandês condenou a equipe Rabobank, que o atleta defendia na época, a pagar uma indenização de 700 mil euros (aproximadamente R$ 1,7 milhões) a Rasmussen por tê-lo demitido sem seguir as regras. Este fato alegrou o ciclista. “Agora, vejo de forma diferente as coisas, já que esta sentença deu um desenrolar positivo ao caso”, afirmou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias