iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

27/06 - 21:44

André Domingos adiar aposentadoria após ser provocado
Menos de 24 horas depois de anunciar a aposentadoria por não ter se classificado para a final dos 100 metros rasos do Troféu Brasil de Atletismo, que está sendo disputado em São Paulo, o velocista André Domingos voltou atrás e revelou que vai tentar o índice olímpico para compor o revezamento 4x100 metros na Olimpíada de Pequim. E o motivo para tal decisão foi a provocação de um rival.

Agência Estado

Segundo André Domingos, sua aposentadoria foi adiada porque o também velocista Rafael Ribeiro, da sua própria equipe, a Rede Atletismo, teria zombado dele. "Esse bobinho (Rafael) disse lá na sala do exame antidoping que não tinha vencido a prova, mas tinha feito um atleta se aposentar. Eu não sou ‘um’ qualquer, eu sou um gigante do atletismo brasileiro. E ele quem é? Chegou agora e já quer sentar na janela", atacou André Domingos.

Nesta sexta, André Domingos parecia tão revoltado com o sarcasmo de Rafael que em nenhum momento citou o nome dele enquanto se justificava. "Ele é um mala. Um atletinha, um bobinho que faz 10s30 e acha que é o máximo", criticou o veterano, que está com 36 anos e já conquistou duas medalhas olímpicas - foi prata nos Jogos de Sydney (2000) e bronze nos Jogos de Atlanta (1996), ambas com o revezamento 4x100 metros.

A interrupção da aposentadoria antes mesmo de ela começar ocorrerá em Cali, na Colômbia. André Domingos participará de três provas (dias 4, 17 e 19 de julho), em que precisa correr os 100 metros rasos abaixo de 10s30 para ganhar uma vaga na badalada equipe brasileira do revezamento 4x100 metros.

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) tem até o dia 20 de julho para confirmar os integrantes da delegação olímpica. E, como possui o quinto melhor tempo do mundo no revezamento 4x100 metros, o Brasil tem o direito de levar seis atletas para Pequim. Até o momento, a equipe conta com Vicente Lenílson, João Carlos ‘Codó’ Moreira, Sandro Viana, Bruno Lins, Nilson André e Rafael Ribeiro.

"Nem que eu quebre a perna, mas eu vou mostrar para esse bobinho que quem faz 10s30 é medíocre. Ele cutucou a onça com vara curta", atacou André Domingos, que tentará baixar seu melhor tempo no ano (10s33) para tentar barrar justamente Rafael Ribeiro na equipe olímpica do revezamento 4x100 metros.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias