iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

25/06 - 18:39

Campeã nos 10.000m, Fabiana busca índice nos 5.000m
Um ano depois da frustração de não poder disputar os Jogos Pan-americanos do Rio, a fundista Fabiana Cristine da Silva deu a volta por cima nos problemas e conquistou o título dos 10.000m no Troféu Brasil de atletismo.

Gazeta Esportiva

Mas apesar da satisfação pelo resultado desta quarta-feira, em São Paulo, ela ainda não está com sua missão cumprida. Neste sábado, Fabiana volta à pista do estádio Ícaro de Castro Melo para tentar o índice nos 5.000m para os Jogos Olímpicos de Pequim.

"Meu objetivo era administrar para vencer o Troféu Brasil", diz satisfeita, após disputar sua primeira prova dos 10.000m na pista. A segunda colocação ficou com Cruz Nonata da Silva (34min39s72), seguida por Maria Zeferina Baldaia com 34min51s59.

Campeã da Maratona de São Paulo, no início do mês, Maria Zeferina tentou, mas não obteve índice para a maratona nas Olimpíadas. Com o pouco tempo de readequação à prova de fundo em pista, ela ficou bastante satisfeita com a terceira colocação de hoje.

"Fiquei muito contente com meu resultado porque não imaginava ficar nem entre as cinco melhores", reconheceu sorridente.

Para Fabiana, o pódio também foi uma prova de superação. Em 2007, faltando um mês para os Jogos Pan-americanos, ela soube que precisaria passar por uma cirurgia no tendão direito. "Fiquei muito triste", lembra. A recuperação foi longa e apenas no final do ano, ela pode retomar os treinamentos.

O tempo do ouro de hoje, 34min24s64, ficou bem longe dos índices exigidos para os Jogos Olímpicos de Pequim: 21min45 (A) e 32min20 (B), mas ela não se incomoda. "Tinha de correr com a cabeça para vencer, mas o índice é muito forte", conforma-se.

No final de semana, ela corre os 5.000m, a partir das 17h10. Os índices exigidos, 15min09 (A) e 15min24 (B), também são considerados difíceis por Fabiana que já vê, pelo menos, um motivo para comemorar conseguindo ou não a vaga. "Minha recuperação tem sido excelente".

Até o momento, o Brasil ainda não tem classificado nenhum atleta nos 10.000m ou 5.000m e o prazo limite para obtenção da marca é 20 de julho.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias