iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

17/06 - 12:00

Boxeador cubano que desertou no Pan estreará como profissional na Alemanha
O boxeador Erislandy Lara, que abandonou a delegação de Cuba durante os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro e acabou pego pela Justiça do Brasil, recentemente conseguiu fugir de seu país rumo à Alemanha para estrear como profissional.

EFE

"Espero obter como profissional os mesmos sucessos que tive como amador e acho que posso conseguir isto com uma boa preparação", declarou Lara na cidade alemã de Colônia, onde treina após ter sido contratado pela promotora Arena Box.

"Saí de Cuba, pois lá não recebia nenhuma atenção", disse o boxeador, que foi campeão mundial por seu país na categoria meio-médio e que espera poder estrear pela promotora em 4 de julho em uma luta em Ancara, na Turquia.

"Acabo de treinar e estou me sentindo bem. Entretanto, tenho que esperar a luta", declarou o pugilista, que não sabe quem será seu adversário.

Segundo ele, seus problemas com o Governo cubano começaram depois de sua detenção pela Polícia brasileira em Praia Seca, no município de Araruama (RJ), junto com o também boxeador Guillermo Rigondeaux, por tentativa de deserção durante o Pan.

A versão que circulou na imprensa oficial cubana dizia que os pugilistas tinham sido dopados para serem levados à Europa, o que o jornal "Gramma" chegou a ilustrar com declarações do próprio Lara.

No entanto, o boxeador nega. "Isto não passou de manipulação", conclui. EFE rz/ev/fal

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias