iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

16/06 - 14:50

Nadador australiano perde último apelo no TAS
O nadador australiano Nick D'Arcy perdeu sua última chance de participar dos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto. Nesta segunda-feira, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) rejeitou seu apelo para recuperar a vaga na equipe da Austrália.

Gazeta Esportiva

Ele nadaria os 200m borboleta, na China.

O TAS ratificou a exclusão que havia sido determinada pelo Comitê Olímpico Australiano (COA) depois que o atleta se envolveu em uma confusão durante a comemoração pelos resultados da seletiva dia 30 de março. D'Arcy e o ex-nadador Simon Cowley brigaram durante os festejos em um bar e por causa dos golpes recebidos Cowley precisou de atendimento médico, sofrendo várias fraturas no rosto.

O fato levou o presidente do COA, John Coates, a afastar o nadador, que entrou com um primeiro apelo no TAS. O Tribunal concluiu que o dirigente não tinha autoridade para determinar a exclusão isoladamente e o caso foi levado ao comitê executivo da entidade, que manteve a decisão anterior.

D'Arcy então entrou com outro apelo no TAS que, após 5 horas de deliberação, rejeitou o pedido. A decisão foi confirmada oficialmente pelo Comitê australiano.

Além de ficar sem a vaga olímpica, o nadador de 20 anos ainda corre o risco de ser condenado criminalmente. Nesta terça-feira, ele será julgado por um tribunal em Sydney pelas lesões provocadas em Cowley. Se for considerado culpado pode pegar até 10 anos de prisão.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias