iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

12/06 - 15:47

Boxeador cubano que fugiu no Pan deserta e vai para Alemanha

O cubano Erislandy Lara, boxeador campeão mundial dos 69 quilos em 2005, desertou e está em Hamburgo, onde assinou contrato com uma empresa alemã para ingressar no boxe profissional, informou nesta quinta-feira a companhia Arena Box Promotion.

Reuters

HAMBURGO (Alemanha) - Ao lado do compatriota Guillermo Rigondeaux, Lara tentou desertar durante os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, mas foi encontrado pela polícia e mandando de volta para Cuba.

O boxeador chegou a Hamburgo depois de sair da ilha de lancha para o México, segundo um comunicado da empresa alemã, que não deu mais detalhes.

O site da empresa alemã disse em seu site na quinta-feira que, na terça-feira, Lara recebeu um passaporte provisório.

'É ótimo estar na Alemanha', disse Lara. 'Não quero dar detalhes sobre a minha saída. Estou feliz de estar aqui, com vontade de transmitir profissionalismo e me transformar no campeão do mundo', afirmou.

O dono da empresa, Ahmet Ohner, não quis comentar sobre a deserção de Lara.

'Não queremos colocar nada em risco. Lamentavelmente, o governo comunista pressiona muito... É hora das coisas mudarem em Cuba, de finalmente aceitarem e respeitarem os direitos humanos', disse Ohner, segundo o site da empresa.

Lara e o duas vezes campeão olímpico Rigondeaux, de 54 quilos, tentaram desertar em julho de 2007, durante o Pan do Rio, mas ambos foram enviados de volta a Havana.

Rigondeaux, que ganhou as medalhas de ouro nos Jogos de Sidney, em 2000, e Atenas, em 2004, continua na ilha e foi afastado da equipe nacional de boxe.

Outros três boxeadores cubanos fugiram em 2006, em Caracas.

Lara agora se uniu aos pugilistas cubanos Yan Barthelemi (48 kg), Yuriorkis Gamboa (57 kg) e Odlanier Solís (91 kg), que já faziam parte da Arena Box Promotion e lutaram várias vezes profissionalmente.

Lara, de 25 anos, deve estrear como boxeador profissional no dia 4 de julho em Istambul, na Turquia, disse a empresa alemã.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias