iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Mais Esportes

11/06 - 10:40

Ciclista Tom Boonen se desculpa por consumo de cocaína e segue em sua equipe
O ciclista belga Tom Boonen pediu hoje desculpas por ter dado positivo pelo consumo de cocaína e disse que seguirá na sua equipe, a Quick Step, nas próximas três temporadas.

EFE

Boonen deu positivo num exame feito fora de competição em 26 de maio e corria risco de pegar até cinco anos. Hoje, ele leu uma breve declaração à imprensa e reconheceu estar errado.

"Não sou perfeito", admitiu o belga, campeão do mundo em 2005.

O ciclista, que terá agora um período de descanso forçado, pediu desculpas também para sua família e aos fãs, declarando estar disposto a aceitar as conseqüências de seu comportamento.

Boonen escapou de uma punição esportiva porque o código mundial antidoping não proíbe o consumo de cocaína fora das competições, mas o incidente terá conseqüências para sua carreira.

A organização da Volta da Suíça já anunciou que não quer mais o belga na prova - postura que também deve ser tomada pelos dirigentes à frente do Tour de France.

Patrick Lefevre, diretor da Quick Step, disse estar ao lado de Boonen: "O mais fácil que se pode fazer quando alguém está mal é abandoná-lo, mas Tom significou muito para a equipe nos últimos anos e esperamos que ele também seja nos próximos três", comentou.

Lefevre confirmou que a Polícia belga fez buscas na casa dos pais e da namorada do ciclista, mas nada foi encontrado.

A imprensa belga disse que Boonen negou ter consumido cocaína e teria sido vítima de um golpe.

Além do período na prisão, cujo mínimo é de três meses, ele corre o risco de pagar uma multa de 10.000 e 100.000 euros por posse de substância ilegal.

No entanto, a maioria dos casos de consumo ocasional de cocaína não chega a julgamento. Para defendê-lo, Boonen contratou Luc Dleu e Johnny Maeschalck, os dois advogados mais famosos em casos de doping na Bélgica. EFE vl/dp

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias