Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Vitali Klitschko lutará com cubano Solis em 19 de março

Latino-americano nunca perdeu uma luta na carreira. "Vou mostrar no ringue que eu sou o verdadeiro campeão", disse o ucraniano

AE |

Vitali Klitschko defenderá o seu título dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe contra o invicto lutador cubano Odlanier Solis no dia 19 de março, em Colônia, na Alemanha. Solis, que foi campeão olímpico em 2004, tem no seu cartel 17 vitórias, sendo 12 por nocaute. Já Klitschko soma 41 vitórias e duas derrotas, com 38 nocautes.

"Solis é um adversário muito experiente, rápido e incômodo, e não vou subestimá-lo", afirmou Klitschko, de 39 anos. "Eu vou mostrar no ringue que eu sou o verdadeiro campeão", disse o ucraniano. "A aposta continua a ser a família Klitschko".

Wladimir Klitschko, seu irmão, detém os títulos da Federação Internacional de Boxe, da Organização Mundial de Boxe e da Organização Internacional de Boxe. Ele irá defendê-los contra o britânico Dereck Chisora em Mannheim, na Alemanha, no dia 30 de abril.

O cinturão da Associação Mundial é o único que os irmãos Klitschko não possuem e está em posse do britânico David Haye. Os planos para uma luta entre Haye e um dos irmãos Klitschko continuam fracassado, apesar do britânico ter dito que espera lutar com Wladimir neste ano.

Solis ganhou o direito de lutar contra Vitali, quando ganhou superou Ray Austin, que foi eliminado pelos árbitros, em dezembro. O cubano, que mora em Miami, prometeu que "deixará Colônia como campeão do mundo". A última luta de Klitschko foi em outubro, quando ele venceu Shannon Briggs por decisão unânime dos árbitros em Hamburgo.

Leia tudo sobre: BoxeVitali KlitschkoOdlanier SolisConselho Mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG