Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Veja 134 informações que você precisa saber sobre o UFC

O iG entrou no clima da 134ª edição do UFC, no Rio de Janeiro, e selecionou mais de uma centena de informações sobre o torneio

Rodrigo Farah e Vicente Seda, do Rio de Janeiro |

O UFC Rio deste sábado à noite marcará o retorno do torneio ao Brasil pela primeira vez em 13 anos. A Arena HSBC receberá a 134ª edição do evento em clima de festa verde-amarela, com a presença de atletas como Anderson Silva, Rodrigo Minotauro e Maurício Shogun.

Infográfico: Veja como chegar e assistir ao UFC Rio no sábado

Embalado pela atmosfera do UFC Rio, o iG separou 134 informações que você precisa saber sobre o torneio para ficar por dentro de tudo o que acontecer na noite de lutas na Barra da Tijuca. Confira:

1 – O MMA (sigla em inglês para Artes Marciais Mistas) é o esporte que mais cresce no mundo graças à ampla divulgação e aos megaeventos produzidos pelo UFC

2 – O UFC tem sangue brasileiro, pois foi criado pelo carioca Rorion Gracie em 1993

3 – Apesar de ser um torneio violento, mais de 80% dos lutadores do UFC possuem ensino superior completo

4 – O UFC conta com sete categorias diferentes, desde os galos (61kg) até os pesados (de 93kg até 120kg)

5 – Atualmente, o Brasil conta com dois campeões do torneio: José Aldo (peso pena) e Anderson Silva (peso médio)

6 – Anderson Silva é considerado o melhor lutador de MMA do mundo e um dos maiores da história por seu estilo agressivo e pela versatilidade de golpes

7 – Cada luta do UFC conta com três rounds de cinco minutos, com exceção dos combates por título. Estes duram até cinco rounds

Anderson Silva protagoniza UFC Rio por status de herói nacional

8 – As primeiras edições do UFC nos anos 90 tinham poucas regras, nenhuma categoria e nenhum limite de tempo

9 – Os lutadores se enfrentam em um ringue chamado octógono devido aos oito lados de grades

10 – O UFC foi comprado por Dana White e pelos irmãos Lorenzo e Frank Fertitta por 2 milhões de dólares em 2001

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total
11 – Hoje, o UFC tem um valor estimado de mais de 2 bilhões de dólares graças às mudanças realizadas pelos empresários

12 – O UFC tem um próprio reality show nos Estados Unidos chamado de “The Ultimate Fighter”, conhecido também como TUF

13 – Nele são selecionados uma série de atletas desconhecidos, que lutam entre si pelo título do programa e por um contrato com a franquia

14 – Além dos aspirantes, o show conta com dois lutadores consagrados que dividem duas equipes como treinadores

15 – Após o fim do programa, os dois treinadores se enfrentam protagonizando algum evento do UFC no pay-per-view

16 – Dois brasileiros já foram treinadores do “The Ultimate Fighter”: os pesados Rodrigo Minotauro e Junior Cigano

17 – O UFC assinou na semana passada um contrato bilionário com a Fox e passará a ser transmitido na TV aberta nos Estados Unidos

18 – Antes de fechar acordo com a rede de canais, o UFC ficou ligado por anos à mediana Spike TV, canal a cabo dos EUA

19 – Além de exibir o reality show TUF, a Fox passará quatro megaeventos ao vivo por ano

20 – O UFC voltará ao Brasil no próximo sábado após ficar quase 13 anos longe do país

21 – A primeira edição do UFC no Brasil aconteceu em 1998, no ginásio da Portuguesa, em São Paulo

22 – O evento na capital paulista consagrou o novato Vitor Belfort, que nocauteou Wanderlei Silva no primeiro round da luta

23 – A primeira edição do UFC no Brasil ficou marcada por falhas na organização e por brigas entre torcedores

24 – Os donos do UFC visitaram uma série de ginásios em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas só a Arena HSBC mostrou condições de aguentar a estrutura de som e vídeos para a volta do evento

25 – Ao contrário de torneios como o Strikeforce, o UFC não conta com lutas entre atletas do sexo feminino

26 – O lutador pode vencer um combate do UFC por pontos, nocaute, finalização, desistência do corner, ordem do médico ou falta grave

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total
27 – Rorion Gracie criou o UFC com o intuito de provar que o jiu-jitsu era a arte marcial mais eficaz do planeta

28 – As primeiras edições do torneio contavam com um representante de cada modalidade (como caratê e boxe), que se enfrentavam até a grande final

29 – Considerado uma lenda do esporte, Royce Gracie venceu três das quatro primeiras edições apoiado por seu jiu-jitsu

30 – Ao contrário do que acontece atualmente, Royce Gracie lutava com o próprio quimono

31 - Hoje em dia, os atletas combatem de shorts ou calção pela praticidade e para não facilitar nenhuma pegada do oponente

32 – O UFC ainda é comandado pelo presidente Dana White e pelos sócios majoritários Frank e Lorenzo Fertitta

33 – Dana White é considerado a “máquina” que move o UFC. Além de tomar as principais decisões, ele é a figura que representa a entidade em todos os eventos

34 – O presidente do UFC era um empresário ligado ao boxe e a alguns atletas de MMA, como Tito Ortiz e Chuck Liddell

35 – O relacionamento de Dana White com os irmãos Fertitta começou na infância, quando era o melhor amigo de Lorenzo

36 – Além do UFC, os irmãos Fertitta possuem uma das maiores redes de hotéis dos Estados Unidos

37 – A primeira mudança estabelecida pelos irmãos Fertitta e por Dana White foi o retorno do UFC ao pay-per-view

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total

38 – O crescimento do UFC na década passada se deve, principalmente, à criação do “The Ultimate Fighter”, que virou sucesso de público nos Estados Unidos

39 – Além do programa, a criação de regras mais rígidas dos combates também é considerada uma das responsáveis pela popularidade do evento

40 – Entre as regras, é proibido ações como: enfiar o dedo no olho, acertar a genitália e beliscar ou torcer a pele do oponente

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total
41 - Também são vetadas ações como acertar a espinha ou a coluna do rival

42 – Mesmo com a violência dos socos e pontapés, o UFC nunca contou com uma lesão fatal de qualquer lutador em cima do octógono

43 – Cada combate conta com um árbitro principal e três juízes fora do octógono, que somam os pontos por round

44 - Em cada round, o juiz atribui 10 pontos para o vencedor e nove ou menos para o perdedor do assalto

45 – Lutadores que vencem a maioria dos seus combates por pontos são considerados “chatos” pela torcida. Entre eles estão nomes como Georges St-Pierre e Jon Fitch

46 – Anderson Silva é considerado o melhor justamente por sua capacidade de nocautear o rival e pela habilidade nos golpes em pé

47 – O “Aranha”, como é conhecido Anderson, nasceu em São Paulo, mas passou toda a infância e adolescência em Curitiba

48 – Especialista de Muay Thai e boxe, Anderson Silva também é faixa preta de jiu-jitsu e possui grande habilidade na capoeira, taekwondo e judô

49 – Anderson Silva detém a maioria dos recordes do UFC, como o número de vitórias seguidas (13) e defesas de cinturão (9)

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total
50 – No UFC Rio, Anderson Silva enfrentará seu último algoz, que o derrotou de maneira polêmica em 2006, quando o brasileiro foi desqualificado por um chute ilegal

51 - Ao todo, o Hall da Fama do UFC conta com sete norte-americanos e só um lutador brasileiro (Royce Gracie)

52 – Royce Gracie também é o lutador com mais finalizações no torneio (11), seguido por Demian Maia e Wilson Gouveia (cinco cada)

Divulgação
Vitor Belfort é o brasileiro com mais nocautes no UFC: nove no total
53 – No total, o Brasil já contou com sete campeões: Murilo Bustamante, Vitor Belfort, Anderson Silva, Rodrigo Minotauro, Lyoto Machida, Maurício Shogun e José Aldo

54 – Os lutadores verde-amarelos já realizaram 30 lutas pelo cinturão, com 16 vitórias e 15 derrotas

55 – O primeiro combate de um brasileiro pelo título foi a derrota de Jorge Patino para Pat Miletich no UFC 18, em 1999

56 – O último combate de um brasileiro valendo o cinturão foi o triunfo de José Aldo sobre Mark Hominick no UFC 129

57 – Depois de Anderson Silva, os brasileiros que têm mais vitórias no UFC são: Royce Gracie (11), Thiago Alves (dez), Vitor Belfort, Lyoto Machida, Pedro Rizzo e Gleison Tibau (nove)

58 – Wanderlei Silva é o brasileiro com mais derrotas (seis), seguido por Thiago Alves, Belfort, Tibau, Ricardo Almeida, Gabriel Napão, Pedro Rizzo e Hermes França (cinco)

59 – Vitor Belfort conseguiu mais nocautes entre todos os brasileiros da franquia: nove no total. Anderson Silva aparece na sequência, com oito

60 – O UFC já promoveu 18 combates entre brasileiros, sendo cinco disputas pelo cinturão (categorias médio e meio-pesado)

61 – Doze estão invictos no torneio, mas apenas Anderson Silva e Junior Cigano têm mais de uma vitória (13 e sete, respectivamente)

62 – O recorde dos lutadores canarinhos não é dos melhores em estreias: 37 vitórias, 58 derrotas, um empate e um no contest (sem resultado)

MiGCompLinks_C:undefined63 – As artes marciais mais praticadas pelos lutadores do UFC são: boxe, muay thai, wrestling e jiu-jitsu

64 – O UFC também é acusado de monopolizar os torneios de MMA do mundo. Isso porque dirigentes da franquia compraram a maioria das entidades rivais ao longo da década

65 – Em 2007, o UFC anunciou sua primeira grande aquisição: a do Pride, maior torneio da história do MMA no território asiático

66 - Já em março de 2011, o presidente Dana White anunciou a compra de seu último grande adversário, o Strikeforce, com a justificativa de que precisava de mais lutadores

67 – Apesar de pertencer ao UFC, o Strikeforce tem contrato com o canal de TV Showtime, que não pode ser terminado até o ano que vem

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177943062 &_c_=MiGComponente_C68 – Mesmo com o contrato, o UFC já afastou os principais lutadores do Strikeforce, como Nick Diaz (que retornou para o torneio de Dana White) e Alistair Overeem, demitido

69 – O UFC tentou por anos contratar o maior peso pesado de todos os tempos do MMA, o russo Fedor Emelianenko, sem sucesso

70 – De acordo com Dana White, o UFC ofereceu milhões ao lutador russo, mas ele sempre recusou por não ter vontade de “enfrentar os melhores do mundo”

71 – O UFC Rio não contará com a presença de alguns dos principais lutadores do Brasil, como Vitor Belfort, José Aldo, Junior Cigano e Lyoto Machida

72 – Ainda nesta semana, o UFC anunciou que voltará ao Brasil em agosto de 2012 para realizar um evento em Manaus

73 – Após encontro com o Governador do Amazonas, Omar Aziz, o dono do UFC Lorenzo Fertitta mostrou expectativa de juntar 100 mil torcedores no Sambódromo da cidade

74 – O recorde de público do torneio pertence ao UFC 129, que uniu mais de 55 mil torcedores em Toronto no fim de abril

75 – O UFC Rio contará com a presença de 14.850 fãs na Arena HSBC. A procura por ingressos foi tão grande, que o site da venda oficial contou com acesso de 162 mil usuários diferentes na primeira noite de comercialização

76 – Após a procura tão grande por entradas, o presidente Dana White admitiu que errou na estratégia e que deveria ter procurado um local maior para promover o retorno do UFC ao Brasil

77 – Além do evento em Manaus, o UFC promoverá uma série eventos espalhados por outras capitais do país. Vitória deve ser a próxima cidade a ser confirmada pela entidade

78 – O UFC Rio contará com a presença de Rodrigo Minotauro. Apesar de morar e treinar no Rio de Janeiro, o pesado de 35 anos realizará sua primeira luta no Brasil neste sábado

79 – O UFC Rio também será um marco por representar a entrada efetiva dos clubes de futebol no MMA. Anderson Silva defenderá o escudo do Corinthians, Minotauro o do Internacional e Paulo Thiago o do Cruzeiro

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177943102 &_c_=MiGComponente_C80 – Além de contar com 14 lutadores brasileiros, o UFC Rio terá seis norte-americanos, um japonês, um inglês e um búlgaro

81 – Vitor Belfort foi um dos brasileiros que pediu para participar do UFC Rio, mas não foi atendido porque precisava ser um dos protagonistas do UFC 133, na Filadélfia

82 – Também fora do UFC Rio, José Aldo se prepara para defender o cinturão dos penas contra Kenny Florian no UFC 136, em outubro

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177943120 &_c_=MiGComponente_C83 - O lutador do Amazonas dependia da ajuda de amigos para se alimentar e arrumar moradia no início da carreira, no Rio de Janeiro

84 – Mas após ser acolhido pelo técnico Dedé Pederneiras na academia Nova União, ele se consolidou como o melhor lutador do mundo entre os pesos mais leves

85 – Outro representante do Norte no UFC é o carateca Lyoto Machida, ex-campeão dos meio-pesados e considerado um dos melhores da franquia

86 – O baiano radicado no Pará aposentou a lenda Randy Couture no fim de abril com o mesmo chute frontal dado por Daniel San no filme “Karate Kid”

87 - Além do estilo criativo baseado no caratê, Lyoto é conhecido por ser adepto da urinoterapia. Durante os treinos, ele bebe um copo da própria urina todas as manhãs

88 – Lyoto Machida também ficou conhecido por suas duas lutas pelo título contra Maurício Shogun. Na primeira, o carateca venceu por pontos e na segunda acabou nocauteado

89 – Depois da vitória sobre Lyoto Machida, Shogun perdeu o cinturão para Jon Jones após ser massacrado pelo norte-americano ao longo da luta e nocauteado no terceiro round

90 – Com a vitória sobre o brasileiro, Jon Jones, se tornou o campeão mais novo da era moderna do UFC. Quando superou Shogun, ele tinha apenas 23 anos

91 – Com um cartel de 13 vitórias e uma derrota (polêmica), Jon Jones é considerado o futuro do MMA e o sucessor de Anderson Silva como o melhor lutador do mundo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177943990 &_c_=MiGComponente_C92 – De acordo com o Aranha, no entanto, seu companheiro de treinos Lyoto Machida é o atleta ideal para superar a revelação norte-americana no octógono

93 – Apesar de ser o esporte que mais cresce do mundo, o MMA ainda não superou o boxe: tem recorde de pay-per-view de 1.7 milhões contra 2.4 mi da tradicional arte dos socos

94 – O lutador mais alto que já participou do UFC foi Sammy Schlit, de 2.12m. O mais baixo foi Chris Cariaso, de 1.60m

95 – Já o lutador mais pesado da história da franquia é Emmanuel Yarborough, de quase 280 kg. Atualmente, o peso máximo permitido é de 120 kg

96 – Ron Van Clief, que participou do UFC 4, foi o atleta mais velho a subir no octógono, quando tinha 51 anos de idade

97 - A entidade costuma movimentar entre 30 e 40 milhões de dólares em cada cidade que realiza seus eventos

98 – O nocaute mais rápido da história do Ultimate Fighting Champioship aconteceu no UFC 102, quando Todd Duffe superou Tim Hague em apenas sete segundos

99 – A finalização mais rápida do torneio pertence veterano Oleg Taktarov, que venceu Thony Macias com apenas nove segundos de luta no UFC 6

100 – Ao todo, o UFC já realizou seus eventos em onze países: Estados Unidos, Canadá, Porto Rico, Brasil, Alemanha, Inglaterra, Irlanda, Irlanda do Norte, Emirados Árabes, Japão e Austrália

101 – Os lutadores do UFC escolhem as próprias músicas quem embalam sua caminhada até o octógono em meio ao show de luzes do evento

102 – Apesar de a maioria dos atletas optar por rap ou rock, alguns têm um gosto bastante peculiar, como Yoshihiro Akiyama, que escolhe Sarah Brightman, e Felipe Sertanejo, fã de Bruno e Marrone

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177944025 &_c_=MiGComponente_C103 – Um dos rostos mais famosos do torneio, Bruce Buffer é o apresentador oficial dos atletas desde o UFC 8, realizado há 15 anos em Porto Rico

104 – Irmão do famoso locutor do boxe Michael Buffer, Bruce se tornou mais famoso que o familiar pelo estilo explosivo e por imortalizar frases como “It’s Time!” (Chegou a hora!) com berros e pulos no octógono

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGCompLinks_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1597177944212&_c_=MiGCompLinks_C105 – Outras personagens que dão um show à parte no UFC são as ring girls, representadas pelas beldades Arianny Celeste, Chandella Powell, Rachelle Leah e Britney Palmer

106 – Considerado um dos maiores lutadores de todos os tempos, o veterano Tito Ortiz, de 36 anos, é o atleta com mais combates no UFC: 25

107 – Apesar de ter 25 lutas, Ortiz não é o recordista de vitórias do torneio. Matt Hughes é o melhor no quesito com 18 triunfos na entidade

108 – Ex-campeão dos meio-pesados e participante do reality show "Dancing with the Stars" Chuck Liddell é o atleta com mais nocautes: dez

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&BANCO=externo&_PAGENAME_=esporte%2FMiGGaleria_C%2FMiG_GaleriaDeNoticia&_cid_=1597176428583&_c_=MiGGaleria_C109 – Já aposentado, Randy Couture é outra lenda do UFC. Ele é o atleta que mais vezes conquistou o cinturão do torneio: cinco vezes ao todo

110 – Conhecido por ser um evento dinâmico, o UFC já contou com 23 lutas que foram encerradas em 30 segundos ou menos

111 – O octógono que recebe as lutas possui pouco mais de 9m de diâmetro, 1.75m de altura e custa R$ 200 mil

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177944379 &_c_=MiGComponente_C112 – O UFC também conta com dois rostos bem conhecidos que realizam a transmissão pela TV de quase todas as lutas: o locutor Mike Goldberg e o comentarista Joe Rogan

113 – Joe Rogan também é um famoso comediante dos Estados Unidos, que viaja o país realizando shows de stand up comedy

114 – Apesar de aparecer na maioria dos eventos, Rogan não participará do UFC Rio, pois terá que gravar um programa para a rede de televisão HBO

115 – Com isso, ele será substituído pelo lutador Kenny Florian, próximo desafiante do campeão dos penas, José Aldo

116 – Além de lutar, Florian atua como comentarista de MMA para a ESPN e é conhecido por ser um dos lutadores mais inteligentes do UFC. Ele fala inglês, espanhol e português fluentemente

117 – Os fãs também podem adquirir todo o equipamente utilizado pelos atletas do UFC, como réplicas do cinturão e luvas oficiais, vendidas a preços salgados (R$ 300) pela franquia

118 – O campeão dos meio-pesados, Jon Jones, se recusa a dar autógrafos em réplicas de cinturão. “Acho uma falta de respeito as pessoas comprarem algo que eu batalhei tanto para conquistar. Parece que ele não significa nada”, afirma o atleta

119 – O norte-americano Chael Sonnen é o lutador mais polêmico que já lutou no UFC, com uma série de provocações contra diversos lutadores

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGCompVideo_C%2FMiG_Detalhe&_cid_=1597177944388&_c_=MiGCompVideo_C120 – Ele ficou conhecido, principalmente, por provocar Anderson Silva em várias oportunidades (chamando o Aranha de afeminado e de engação, por exemplo) e depois acabou derrotado pelo brasileiro no último round

121 – Chael Sonnen deu uma surra em Anderson Silva, mas foi superado no fim do quinto e último round, quando o brasileiro encaixou um triango e conseguiu a finalização de maneira emocionante

122 – Após a luta em Oakland, Chael Sonnen testou positivo no exame antidoping e ficou afastado do UFC por mais de um ano

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177944411 &_c_=MiGComponente_C123 – O lutador era aguardado no UFC Rio para ficar no corner de Yushin Okami contra Anderson Silva, mas teve sua participação vetada por um dos patrocinadores brasileiros do evento

124 – Chael Sonnen também realiza uma série de provocações contra o Brasil, afirmando que as pessoas do país são burras e que não entram na internet, o que gerou uma série de amaeças de torcedores verde-amarelos contra o lutador

125 – Mas a realidade é que tudo não passa de marketing pessoal de Sonnen. Vários empresários e lutadores do UFC afirmam que Chael Sonnen sempre se desculpa nos bastidores e que tudo não passa de algo para promover os combates

126 – Alguns lutadores do UFC já deixaram as luvas de lado e realizaram trabalhos de destaque em filmes de Hollywood

127 – É o caso de Rampage Jackson e Randy Couture, que foram coadjuvantes em filmes como “Esquadrão Classe A” e “Os Mercenários”, respectivamente

128 – Anderson Silva também já foi para as telonas, com o documentário “Like Water”, premiado neste ano no respeitado Tribeca Film Festival. O longa não tem previsão de estreia no Brasil

129 – José Aldo será o próximo a ir para o cinema. A história do amazonense será retratada em uma megaprodução nacional que começará a ser rodada no início do ano que vem

130 – O caminho inverso dos filmes para a vida real também acontece: o astro Steven Seagal já deu uma série de treinos para lutadores como Anderson Silva e Lyoto Machida

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597177944430 &_c_=MiGComponente_C131 – Os dois atletas já elogiaram Seagal e creditaram parte de suas últimas vitórias – nocautes com chutes frontais – às dicas dadas pelo ator, que também é um dos mestres de aikidô mais graduados do mundo

132 – Os lutadores não têm um salário fixo. Eles recebem um valor por luta estabelecido em contrato assinado com a entidade (entre 5 mil e 300 mil dólares). Alguns atletas, como Anderson Silva e Georges St-Pierre, também recebem porcentagem do pay-per-view não divulgada

133 - Além de superar o UFC no pay-per-view, o boxe distribui bolsas bem superiores em relação ao torneio de MMA, que chegam às dezenas de milhões

134 - O UFC 134 começa a partir das 19h deste sábado na Arena HSBC com o card preliminar transmitido pelo canal Combate. Já as lutas do card principal terão início às 22h com transmissão ao vivo da RedeTV

Leia tudo sobre: Anderson SilvaUFCUFC Rio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG