Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Conheça os brasileiros que integram o card principal do UFC Rio

Confira a história de Anderson Silva, Minotauro, Shogun, Edson Barboza e Luiz Cane, que lutarão neste sábado na Barra da Tijuca

Rodrigo Farah e Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

No próximo sábado o Rio de Janeiro recebe o maior evento de MMA do mundo, o Ultimate Fighiting Championship (UFC). Na luta principal da noite, Anderson Silva, invicto há 13 combates, coloca o seu cinturão dos médios em jogo contra o japonês Youshin Okami, mas este é apenas um de diversos combates com a participação de grandes nomes brasileiros no card principal do evento. Maurício "Shogun" Rua enfrenta Forrest Griffin tentando se recuperar da derrota avassaladora para Jon Jones; Rodrigo "Minotauro" Nogueira busca iniciar caminhada de volta ao topo contra Brendan Schaub; Edson Barboza combate o inglês Ross Pearson e Luiz Cane encara o búlgaro Stanislav Nedkov.

Conheça os cinco lutadores brasileiros que integram o card principal do UFC Rio:

Anderson "The Spider" Silva

Josh Hedges/UFC
Edson Barboza é mais um brasileiro no UFC Rio
Nascido em São Paulo e criado em Curitiba, Anderson Silva, ou "The Spider" (O Aranha), de 35 anos, é apontado pelo presidente do UFC, Dana White, como o maior lutador de MMA de todos os tempos. No UFC Rio, revive o combate que lhe trouxe a sua última derrota, em 2006, pelo evento "Rumble on the Rock", contra Yushin Okami. Silva acabou desqualificado por um golpe ilegal, naquela ocasião. De acordo com o site oficial do UFC, ele tem 28 vitórias e quatro derrotas. Invicto no evento há 13 lutas, é o campeão dos pesos médios, título que tomou de Rich Franklin em 2006.

Especialista em Muay Thai e Jiu-Jitsu, o brasileiro gera polêmica pelo estilo de luta. Costuma arriscar golpes novos e movimentos para desconcentrar os adversários. Essas brincadeiras já fizeram White ameaçar demitir o lutador em 2010, após a performance na luta contra Damian Maia no UFC 112. No confronto seguinte, porém, se recuperou ao vencer Chael Sonnen por finalização no quinto round, depois de perder os primeiros quatro assaltos (Silva afirmou ter lutado com a costela trincada). O seu último combate no UFC foi contra Vítor Belfort, vencido por nocaute.

Rodrigo "Minotauro" Nogueira

Josh Hedges/UFC
Edson Barboza é mais um brasileiro no UFC Rio
Com 36 vitórias e apenas seis derrotas no currículo, Antônio Rodrigo Nogueira, ou Minotauro, é faixa preta de judô e jiu-jitsu, tem ótimo conhecimento de boxe, e é considerado uma lenda do MMA. O seu auge como lutador foi competindo pelo Pride, evento japonês no qual protagonizou batalhas épicas como contra o gigante Bob Sapp, finalizado no segundo assalto. No UFC, ele já bateu seis ex-campeões, entre eles Randy Couture, Mark Coleman, Tim Sylvia e Dan Henderson. Para o UFC Rio, Minotauro se recuperou de uma série de cirurgias e aparenta boa forma. Precisará dela contra um oponente mais novo, Brendan Schaub, de 28 anos, ex-astro de futebol americano.

A sua última luta pelo UFC foi em 2010, quando foi derrotado pelo atual campeão dos pesos pesados, Cain Velásquez. No site oficial do UFC, é descrito como o "rei da virada", um dos lutadores mais perseverantes da história do MMA. O baiano de 35 anos possui uma marca característica, deixada por um atropelamento por caminhão quando tinha 11 anos. O acidente lhe rendeu dias em coma e uma cicatriz em forma de buraco nas costas, uma das únicas formas de não confundir Minotauro com seu irmão gêmeo, Minotouro (Rogério Nogueira), também lutador de MMA.

Maurício "Shogun" Rua

Josh Hedges/UFC
Edson Barboza é mais um brasileiro no UFC Rio
Lutador agressivo de Curitiba, especialista em Muay Thai e Jiu-Jitsu, começou a treinar aos 16 anos, seguindo os passos de seu irmão mais velho, Murilo Ninja, na academia Chute Boxe, de onde saíram talentos como Wanderlei Silva. Ex-modelo, agora, aos 29 anos, no UFC Rio, Shogun tenta se recuperar nos meio-pesados, depois de perder o cinturão ao ser massacrado por Jon Jones em março deste ano. Shogun fora campeão ao vencer o também brasileiro Lyoto Machida em 2010, reedição da luta em que havia sido derrotado por decisão dos juízes no ano anterior.

No próximo dia 27, no Rio, ele terá a chance de revanche contra Forrest Griffin, que o venceu no UFC 76, em 2007, quando estreava no evento. Vencendo a luta, buscará uma revanche contra Jones. No total, Shogun tem 19 vitórias e cinco derrotas, sendo 16 vitórias por nocaute, nocaute técnico ou finalização. O seu currículo inclui triunfos sobre grandes nomes do MMA como Mark Coleman, Kevin Randleman, Chuck Liddel, Rodrigo Nogueira (Minotauro) e Quinton "Rampage" Jackson.

Edson Barboza

Josh Hedges/UFC
Edson Barboza é mais um brasileiro no UFC Rio
Edson Barboza, 25 anos, nascido em Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, não sabe o que é derrota no MMA. O seu currículo mostra oito vitórias, com duas participações no UFC. Na terceira, no próximo dia 27, no Rio, ele lutará contra o inglês Ross Pearson. No Muay Thai, sua especialidade, fez 25 lutas, vencendo 22 por nocaute, 17 deles no primeiro assalto. As suas principais qualidades são a agressividade e o poder de explosão. Barboza começou a lutar MMA há apenas dois anos e é parceiro de treino de Luiz Cane, também no card principal do UFC Rio.

Luiz Cane
Conhecido como "Banha", Luiz Cane faz a primeira luta do card principal na noite de sábado, no UFC Rio, contra o búlgaro Stanislav Nedkov, pela categoria meio-pesado. Com 12 vitórias e três derrotas no total (quatro vitórias e três derrotas no UFC), Cane nasceu em São Paulo, tem 30 anos e começou a treinar MMA há quatro. Mora na Flórida e, em seu último combate, enfrentaria o wrestler tcheco Karlos Vemola, mas ele cancelou a luta por conta de uma infecção. Cane então enfrentou Elliot Marshall, a quem nocauteou no primeiro assalto. No UFC, também lutou e foi derrotado por Rogério Nogueira, o Minotouro.
 

Leia tudo sobre: UFC RioMMAAnderson SilvaMinotauroShogun

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG